Crianças visitam o Horto Florestal Municipal Falconete Fialho
O contato das crianças com o meio ambiente é enriquecedor e traz benefícios para as novas gerações

Estar em contato com a natureza viva é sempre algo enriquecedor e agradável. Por isso, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Autarquia de Paisagismo e Urbanismo de Fortaleza (UrbFor), doou mudas de plantas medicinais para o jardim do Centro de Educação Infantil Jornalista Demócrito Dummar, localizado no bairro Canindezinho.

O “Jardim da Cura”, como foi apelidado carinhosamente o espaço, tem o objetivo de transformar o CEI num espaço mais acolhedor e também de educar ambientalmente as crianças deste local. Estas mudas foram plantadas pelos jovens estudantes, com o apoio de suas professoras e de equipes da UrbFor, e todo o adubo usado foi gerado a partir do lixo produzido na própria instituição.

“É muito gratificante saber que essas crianças tiveram este momento tão especial. A UrbFor, além de ser um órgão operacional da Prefeitura de Fortaleza, é também uma instituição que ensina e promove o verde em nossa capital”, pontua o superintendente da UrbFor, Régis Tavares. Esta experiência proporcionou inúmeros sentimentos de alegria e descoberta por estas crianças que tiveram esse momento de aproximação intensa com a natureza.

 

Publicado em Educação
Exposição educativa de combate às arboviroses.
Exposição educativa de combate às arboviroses.

A Prefeitura de Fortaleza promove, nesta sexta-feira (09/11), a partir das 8h, no bairro Vicente Pinzón, mais um mutirão municipal de combate às arboviroses. A ação, que será coordenada pelas Secretarias Municipais Regional II e de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), acontecerá no estacionamento da Escola Municipal Aída Santos, localizada na Rua Trajano de Medeiros.

A iniciativa faz parte do plano sustentabilidade para o controle do Aedes aegypti, e tem como objetivo conscientizar a população em relação à prevenção e eliminação dos criadouros do mosquito transmissor da dengue, zyka e chikungunya.

Durante o mutirão, a população contará com uma programação dinâmica que inclui exposição educativa sobre o mosquito Aedes aegypti, apresentações de teatro de fantoches, além de abordagens educativas com conscientização ambiental, distribuição de mudas e materiais informativos.

No decorrer da manhã de atividades preventivas, também estão previstas requalificações de pontos de lixo crônicos, pintura de meio fio, varrição, panfletagem e visitas domiciliares com os agentes de endemias e os educadores em saúde, que devem percorrer as ruas do bairro mostrando aos moradores como é possível se prevenir contra o mosquito. Os profissionais irão orientar sobre vedação correta das caixas d’águas, cuidados com possíveis criadouros, realizando distribuição de sacos plásticos, recolhimento de materiais inservíveis e de materiais de grande porte, a exemplo de móveis, sofás, colchões velhos, pneus, dentre outros.

De acordo com o titular da Secretaria Regional II, Ferruccio Feitosa, a luta contra as arboviroses é de todos e deve ser algo constante. “No segundo semestre, o índice de infestação cai, mas é justamente neste período que precisamos antecipar as ações de enfrentamento ao mosquito antes de começar a chover, período de maior preocupação. Em setembro, promovemos a Operação Inverno Plano de Sustentabilidade, no Meireles, o nosso objetivo é ampliar a redução do índice de infecções das doenças transmitidas por arboviroses. Quero enfatizar que o combate às arboviroses é uma luta de todos e deve ser algo constante. A população também deve fazer a sua parte”, concluiu o Secretário.

O período que antecede a quadra invernosa é o momento em que a Prefeitura se reúne com a população para trabalhar ações que visam a redução do índice de infecções por meio de arboviroses.

Serviço
Mutirão Municipal de combate às arboviroses
Data: 09 de novembro
Horário: 08h
Local: Estacionamento da escola municipal Aída Santos, Rua Trajano de Medeiros, Nº 803, Vicente Pinzón

Publicado em Fortaleza
Ação acontece neste sábado (29/09) no Campo do América com educação ambiental e distribuição de mudas.
Ação acontece neste sábado (29/09), na Areninha do Campo do América, com educação ambiental e distribuição de mudas

A comunidade do Campo do América receberá, neste sábado (29/09), a partir das 9h, um mutirão de limpeza e educação ambiental, promovido pela Prefeitura de Fortaleza. A ação acontecerá no entorno da Areninha do Campo do América, situada no cruzamento das ruas José Vilar e Tenente Benévolo, no bairro Meireles.

Durante a programação, uma equipe de colaboradores realizará uma série de intervenções de melhorias urbanas, como serviços de limpeza com capinação, varrição, pintura de meio fio e das muretas da Areninha, e lavagem da calçada.

Agentes do Programa de Ciclomonitoramento da Prefeitura circularão pelos pontos mais críticos de descarte irregular de lixo da região e farão abordagem educativa com a população. Em locais com desafios de limpeza urbana, as equipes atuarão focadas na orientação dos moradores sobre horários de coleta e formas corretas de descartar ou acondicionar o lixo.

Além da visitação às residências, os comércios também receberão abordagem educativa com orientações sobre o manuseio correto do lixo e práticas adequadas de manutenção e limpeza urbana. O objetivo é inibir a destinação irregular de resíduos, promover a educação ambiental da população e informar aos órgãos competentes das irregularidades encontradas. A ação tem impacto direto no combate às arboviroses.

Como forma de ampliar a responsabilidade da população com o meio ambiente, a Prefeitura também realizará uma ação sustentável com a troca de garrafas pet por mudas de várias espécies nativas de plantas. Os educadores farão uma abordagem com a população com informações ambientais e distribuição de panfletos educativos.

A iniciativa ocorre graças a uma força tarefa e parceria entre a Secretaria Regional II, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), a Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (Acfor) e a Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP). 

Serviço
Mutirão de Limpeza no Campo do América
Local: Areninha do Campo do América, situada no cruzamento das ruas José Vilar com Tenente Benévolo, no bairro Meireles.
Data: Sábado (29/09)
Horário: 9h às 12h

Publicado em Fortaleza
As 12 lixeiras subterrâneas instaladas na Av. Leste-Oeste fazem parte do Ecopolo Leste-Oeste
As 12 lixeiras subterrâneas instaladas na Av. Leste-Oeste fazem parte do Ecopolo Leste-Oeste

A Prefeitura de Fortaleza avalia a instalação do primeiro Ecopolo da cidade como uma política pública vencedora. Tanto que, em breve, como anunciou o Prefeito Roberto Claudio, vai estender a ação para outros bairros da capital. Com um ano de lançamento, a gestão municipal contabiliza que os três Ecopontos do projeto receberam mais de 6,2 mil toneladas de resíduos, sendo 5.455,57 toneladas de entulho de obras; 733 toneladas de volumosos e restos de podas; 78 toneladas de material reciclável, como papelão, plástico, vidro, metal e óleo. Os usuários que fizeram o descarte correto dos resíduos foram bonificados com quase R$ 11 mil reais.

Além disso, a Prefeitura já conseguiu eliminar 19 pontos de lixo na área de atuação do Ecopolo, que fica compreendida desde a Rua Jacinto Matos até a Av. Pasteur. As 12 lixeiras subterrâneas instaladas na Av. Leste-Oeste, os 3 Ecopontos, 1,5 km de ciclofaixa, novas faixas para pedestres, sinalização, gradis no canteiro central, dentre outros benefícios, fazem parte da intervenção para a instalação do primeiro Ecopolo da Cidade.

O Ecopolo da Leste-Oeste é um projeto-piloto, inédito no Brasil, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP) com apoio da Secretaria Regional I e foi implantado com o objetivo de envolver a população no que se refere ao cuidado e zelo com a saúde pública da cidade, buscando transformar o cenário em relação à problemática do descarte irregular do lixo naquele entorno.

Projetos que surgiram com o Ecopolo

Além dos equipamentos físicos e dos programas de mobilização social, surgiram dois projetos inovadores que visam incentivar o descarte correto dos resíduos e beneficiar financeiramente quem faz a separação correta e leva os materiais aos Ecopontos que fazem parte do Ecopolo.
Com a Franquia Social, o coletador credenciado nas associações de catadores pode realizar o descarte do material reciclado na própria instituição de reciclagem. Se preferir, o benefício do Recicla Fortaleza, que garante desconto na conta de energia ou o crédito no Bilhete Único, é lançado no próprio estabelecimento. Atualmente, a Franquia Social está presente no Ecopolo Leste-Oeste e vai iniciar no Ecoponto do João XXIII, recentemente inaugurado.

Já o programa E-Carroceiro foi uma forma da Prefeitura de Fortaleza se aliar aos carroceiros, para evitar que eles despejem os entulhos nas ruas e garantam uma renda extra com o descarte correto dos resíduos sólidos. Dessa forma, os carroceiros cadastrados nos cinco Ecopontos da área do Ecopolo Leste-Oeste são remunerados pelo Banco Palmas, que é o agente de microcrédito da plataforma, com o subsídio da Ecofor Ambiental.
O projeto funciona em seis Ecopontos, cinco deles estão na Regional I, que são os Ecopontos Leste-oeste, Carlito Pamplona, Jacarecanga, Cristo Redentor, Barra do Ceará. Recentemente foi implantado o primeiro na Regional VI, no Ecoponto do Jangurussu.

O E-Carroceiro já contabiliza mais de 8 mil toneladas de resíduos, sendo mais de 7.718 toneladas de entulho de obras; 1.174 toneladas de volumosos e restos de podas, gerando uma renda de mais de R$ 136 mil reais durante um ano. Hoje, o E-Carroceiro contribui para a manutenção de vários dos 92 pontos de lixo eliminados pela Prefeitura de Fortaleza na área da Regional I.

O funcionamento é simples. O carroceiro leva o entulho a um dos Ecopontos do projeto e o material é pesado. Após a pesagem, é repassado o crédito ao carroceiro, por meio do aplicativo do Banco Palmas, podendo ser utilizado no comércio da região.

O sistema é fruto de uma parceria entre o Banco Palmas, reconhecido por sua experiência em microcrédito social, com a Ecofor Ambiental, concessionária responsável pela limpeza urbana em Fortaleza. Para Francisco José, um dos carroceiros que fazem parte do programa, o E-carroceiro mudou a vida dele "é o sustento da minha família", disse.

Programas de Mobilização Social

No entorno do Ecoponto Leste-Oeste também estão sendo desenvolvidos programas de mobilização social e educação ambiental, com conscientização e credenciamento de carroceiros, além dos projetos "Ciclomonitoramento", "Senhora Faxina" e "Reciclando Atitudes", fruto de uma parceria com a ACFOR, Regional I e SEUMA. As lideranças locais da comunidade estão unindo forças para apoio e divulgação quanto ao trabalho realizado no Ecopolo. O lixo doméstico, aquele produzido em casa diariamente, permanece sendo recolhido de porta em porta três vezes por semana, sempre às terças-feiras, quintas-feiras e sábados, pela manhã.

Publicado em Meio ambiente
Em bairros das Regionais I e III, a Prefeitura de Fortaleza eliminou 147 pontos de lixo dos quase 400 requalificados na cidade
A ação contará também com blitz educativa, doação de plantas e de brindes e atividades culturais

A Prefeitura de Fortaleza realiza grande mutirão de limpeza e conscientização socioambiental na Avenida Bezerra de Menezes, na manhã desta sexta-feira (08/06). A ação contará com limpeza de 18 pontos de lixo ao longo da via, blitz educativa no semáforo em frente ao North Shopping Fortaleza, doação de plantas e brindes, além de atividades culturais.

A Avenida Bezerra de Menezes tem território pertencente às Regionais I e III. Em bairros destas regiões, a Prefeitura de Fortaleza eliminou 147 pontos de lixo dos quase 400 requalificados na Cidade. Os 18 locais que receberão limpeza no logradouro ficam entre as ruas Dom Jerônimo e Braz de Francesco.

Durante o mutirão, a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), por meio dos programas "Reciclando Atitudes" e "Economize Água: Sua Atitude Faz Toda a Diferença", sensibilizará sobre a gestão adequada dos resíduos sólidos, redução do consumo, reutilização de materiais, consumo consciente e combate ao desperdício da água.

A ação, desenvolvida pela Seuma, Secretarias Regionais I e III, Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle dos Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (ACFor), Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), Agência de Fiscalização de Fortaleza (Agefis), em parceria com a Ecofor e o North Shopping Fortaleza, integra a programação da Semana do Meio Ambiente 2018.

Publicado em Meio ambiente
prefeito roberto cláudio observa computador da casa da cultura digital
“Nossa expectativa é que este seja um espaço que possa ofertar aos jovens lazer e entretenimento digital", declarou o Prefeito durante o evento

O prefeito Roberto Cláudio inaugurou a nova Casa da Cultura Digital, nesta quinta-feira (26/04). O primeiro equipamento do projeto Vila da Cultura Digital funcionará no Cuca Mondubim, oferecendo oficinas, cursos e eventos a jovens que queiram desenvolver projetos usando componentes eletrônicos, atividades de robótica, metareciclagem (processo que permite reaproveitar materiais por meio do recondicionamento de computadores) e manutenção de computadores.

O projeto tem o objetivo de oferecer ainda mais oportunidade e um futuro para os jovens de Fortaleza. “Nossa expectativa é que este seja um espaço que possa ofertar aos jovens lazer e entretenimento digital. Também ofertamos cursos de capacitação, formação a quem tem curiosidade e interesse. Além disso, queremos despertar o senso de empreendedorismo, fazendo com que os jovens passem a ser geradores nesta área. Queremos criar uma nova cultura para essas pessoas e um caminho para o futuro”, explicou Roberto Cláudio.

A Casa da Cultura Digital funcionará de terças às sextas-feiras. É um espaço livre para experiências com jogos eletrônicos e de permanente incentivo à pesquisa e à divulgação de conteúdos relacionados à cultura digital e de estímulo à criatividade.

No local, é possível aprender e construir robôs, imprimir e fabricar objetos em impressões 3D, por exemplo. O estudante Davi Viera, de 15 anos, se interessou pelo projeto. “Achei muito interessante a nova Casa da Cultura Digital, já que você ganha mais conhecimentos e descobre coisas que não vê no dia a dia. Conheci o robô que dança conforme a música e isso despertou meu interesse e deu vontade de aprender ainda mais”, disse.

Fortaleza já conta com uma Casa da Cultura Digital que funciona em um casarão preservado na Praia de Iracema, vizinho ao Largo do Mincharia. O projeto Vila da Cultura Digital é desenvolvido pela Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação (Citinova), com apoio do Ministério de Ciência e Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Programação do mês de maio na Casa da Cultura Digital

1ª Semana (2 a 4)
Oficina: Cidades Inteligentes
Arena Gamer

2ª Semana (8 a 11)
Oficina: Empreendedorismo Social
Roda de Conversa: Desvendando a Netflix
Oficina: Gerência de Projetos 2.0
Arena Gamer

3ª Semana (15 a 18)
Oficina: Game Design
Roda de Conversa: Meu Primeiro App em Android
Oficina: Empreendedorismo para Começar Bem
Arena Gamer

4ª Semana (22 a 25)
Oficina: Marketing Digital
Roda de Conversa: Montando uma Startup de Sucesso
Oficina: Primeira Impressão
Arena Gamer

5ª Semana (29 a 31)
Oficina: Canvas
Arena Gamer
#OcupaCasa

Publicado em Economia
Foto dos  engenheiros agrônomo Wesley Nascimento com os dois visitantes George e Roberta
O engenheiro agrônomo da Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (UrbFor), Wesley Nascimento, apresenta o equipamento aos visitantes

O Horto Florestal Municipal Falconete Fialho recebeu, na manhã desta quarta-feira (07/03), a visita do coordenador do Parque Estadual Botânico do Ceará, George Justa Feijão, acompanhado da bióloga Roberta Miranda da Rocha para conhecer as instalações, o processo de produção de mudas e o projeto de educação ambiental.

Na ocasião, os engenheiros agrônomos da Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (UrbFor), Wesley Nascimento, e Vladimir Sena, apresentaram o equipamento aos visitantes, a produção de mudas, o armazenamento, cuidados e o plantio ressaltando a importância do Horto para o bem-estar da cidade, além de informações técnicas e procedimentos de podas de árvores e reaproveitamento de resíduos.

A visita, que durou cerca de duas horas, iniciou-se na instalação da escola ambiental, passando pelos canteiros de mudas ornamentais, nativas, frutíferas seguindo para o setor de palmeiras, a trilha que liga o Horto ao Zoológico, área de lazer e o setor de plantas medicinais.

A bióloga Roberta, que conhecia o Horto desde a gestão passada, ficou surpresa com a nova estrutura e organização e frisou a importância do trabalho de educação ambiental que o Horto disponibiliza. “Gostaria de parabenizar o trabalho realizado pela nova gestão, que está excelente. Reforçar a importância da integração das escolas e universidades e a sociedade em geral para a questão da educação ambiental, como a preservação das árvores que são tão importantes para a nossa sociedade”, afirmou.

Os visitantes levaram cinco mudas de ipês para plantar no Parque Estadual Botânico do Ceará.

Localizado no Parque Ecológico do Passaré, o Horto foi fundado em 1965 e possui uma área de aproximadamente 8.6 hectares. Administrado pela Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (UrbFor), o Horto é responsável por produzir, cultivar e fornecer as plantas que compõem o paisagismo das ruas, avenidas e equipamentos públicos da Capital.

Publicado em Meio ambiente
Primeira unidade do projeto, na Escola Municipal Narciso Pessoa de Araújo, localizada no Grande Bom Jardim
Primeira unidade do projeto, na Escola Municipal Narciso Pessoa de Araújo, localizada no Grande Bom Jardim

A Prefeitura de Fortaleza instala neste sábado (07/10), a partir de 8 horas, mais uma Escola Coletora de Resíduos Recicláveis da Cidade. Por meio de parceria entre as secretarias Municipais de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e de Educação (SME), a partir de agora a Escola Municipal Tertuliano Cambraia, no bairro Jacarecanga (Regional I), contará com um Ponto de Coleta Voluntária (PEV) para o recebimento de materiais recicláveis.

A primeira unidade do projeto, instalada em novembro de 2016, foi a Escola Municipal Narciso Pessoa de Araújo, localizada no Grande Bom Jardim (Regional V), que recebeu o coletor de recicláveis e se transformou em um local de aprendizado sobre o descarte adequado de resíduos, catalisando a coleta seletiva já iniciada com a implantação de 36 Ecopontos espalhados por Fortaleza.

A iniciativa integra as políticas de Educação Ambiental e de Resíduos Sólidos e direciona a doação dos recicláveis para as associações de catadores. Com a ampliação do projeto, os integrantes da rede de profissionais da reciclagem serão inteiramente contemplados.

A instalação desse equipamento conta com a colaboração das Secretarias de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), Regional I, Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle dos Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (Acfor), Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (Urbfor), Coordenadoria das Regionais (Coareg), Ecofor Ambiental, Associação Comunitária Delmiro Gouveia e Athus Ambiental.

Serviço
Entregue da Escola Escola Coletora de Resíduos Recicláveis
Dia: 07/10 (sábado)
Horário: 8 horas
Local: Escola Municipal Tertuliano Cambraia (Rua Monsenhor Rosa, 946, bairro Jacarecanga)

Publicado em Meio ambiente
Celebração do Dia Mundial de Limpeza de Praias, Rios e Lagoas
A ação contará com a colaboração de voluntários para a coleta de resíduos na faixa de praia

A Prefeitura de Fortaleza participa, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), da comemoração do Dia Mundial de Limpeza de Praias, Rios e Lagoas - CLean Up the World 2017, neste sábado (16/09), a partir das 16h, na Praia de Iracema (trecho da orla localizado entre o Espigão da Rua João Cordeiro e a Ponte dos Ingleses), próximo ao Centro Cultural Belchior.

A ação contará com a colaboração de voluntários para a coleta de resíduos na faixa de praia. Eles também farão abordagem educativa com conscientização de banhistas e frequentadores. No local, também ocorrerá troca de materiais recicláveis por mudas nativas ou frutíferas, exposição de lixo marinho retirado do Oceano Atlântico e uma oficina de bituqueira ecológica, utensílio feito com garrafa pet para armazenar bitucas de cigarro, a fim de evitar que os frequentadores descartem o resíduo na areia.

O objetivo é sensibilizar a população para os benefícios de cuidar do ambiente marinho e das praias, biomas importantes para o equilíbrio ambiental do planeta, além de se constituírem locais de lazer e prática de esportes para moradores e turistas da Cidade.

A atividade contará com o apoio da Secultfor, Agefis; Acfor, Ecofor Ambiental, Projeto Limpando o Mundo, Soluthec, Ecomuseu Natural do Mangue, REMES, IAPs, Geração Barbearia, ASUP-CE, Sociedade Ambiental, Associação de Catadores Brisamar/Serviluz, C. Rolim Engenharia, Embaixada Mundial dos Ativistas pela Paz e Instituto Vida Cidadã.

“Ações de preservação do meio ambiente são urgentes e necessárias para que tenhamos um equilíbrio planetário. Neste sentido, realizaremos uma intervenção que permitirá aos usuários da praia uma reflexão sobre o impacto de suas atitudes tanto no ambiente natural da praia quanto no mar”, explica Águeda Muniz, secretária Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente.

Saiba Mais

O Dia Mundial de Limpeza de Praias é comemorado anualmente no terceiro sábado de setembro. A iniciativa visa à coleta de resíduos para pesquisa sobre a extensão de danos no ambiente marinho causada pelo depósito irregular de dejetos humanos. Com a ampliação dos encontros e adesão de voluntários no mundo inteiro, o objetivo foi também estendido à educação ambiental e conscientização.

Serviço
Dia Mundial de Limpeza de Praias
Data: 16/09 (sábado)
Horário: a partir das 16 horas
Local: Praia de Iracema (trecho da orla localizado entre o Espigão da Rua João Cordeiro e a Ponte dos Ingleses), próximo ao Centro Cultural Belchior

Publicado em Meio ambiente
Primeira oficina do Plano Municipal de Educação Ambiental
A primeira oficina do Plano Municipal de Educação Ambiental ocorreu nesta quarta-feira (05/04), no auditório da Seuma

A Prefeitura de Fortaleza, por meio das Secretarias Municipais de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e de Educação (SME), realizou a primeira oficina do grupo técnico responsável pela construção do Plano Municipal de Educação Ambiental de Fortaleza (PMEAFor), referente ao período 2017 a 2027. O evento ocorreu nesta quarta-feira (05/04), no auditório da Seuma.

O Plano tem como missão colaborar com a construção de uma Fortaleza mais educada, sustentável, compartilhada e gentil. Será elaborada uma estratégia de forma interdisciplinar, transversal, democrática e participativa, que contará com aproximadamente 60 instituições do Governo e sociedade civil, envolvendo secretarias, autarquias, associações, institutos, conselhos, universidades, faculdades, sindicatos, movimentos ambientalistas, dentre outras instituições.

Seis eixos temáticos nortearão o diagnóstico, programas, projetos, campanhas e ações continuadas de Educação Ambiental a serem projetadas: Águas, Áreas Verdes, Biodiversidade, Controle das Poluições, Proteção e Bem Estar Animal e Resíduos.

As reuniões do Grupo Técnico acontecerão de dois em dois meses, sendo que cada eixo tem autonomia para reuniões e atividades afins.

O PMEAFor é um instrumento participativo de planejamento e gestão que abrange os princípios da Educação Ambiental, em Fortaleza, definindo ações a serem desenvolvidas de forma transversal, ao conjunto das políticas públicas ambientais, por meio do Governo e da sociedade civil.

O PMEAFor será desenvolvido em 8 (oito) fases:

• Processo de participação da sociedade na elaboração do plano;
• Diagnóstico da situação da Educação Ambiental e de seus impactos nas condições de vida da população;
• Prognóstico, objetivos, metas de curto, médio e longo prazo
• Programas, projetos e ações necessárias para atingir os objetivos e as metas;
• Ações para emergências e contingências;
• Mecanismos e procedimentos para a avaliação sistemática da eficiência e eficácia das ações programadas e participação social;
• Elaboração da versão Preliminar do Plano Municipal de Educação Ambiental de Fortaleza (DOCUMENTO SISTEMATIZADOR e/ou ORIENTADOR);
• Elaboração da versão Final do Plano Municipal de Educação Ambiental e documento do Projeto de Lei do Plano Municipal de Educação Ambiental de Fortaleza.

Publicado em Meio ambiente
Página 1 de 2