Zonas Especiais
As zonas especiais foram criadas como forma de intensificar o crescimento socioeconômico em áreas específicas da Cidade

As Zonas Especiais de Dinamização Urbanística e Socioeconômica (Zedus), regulamentadas pela nova Lei de Uso de Ocupação do Solo (Luos), estão fomentando o desenvolvimento de novos negócios em Fortaleza. De janeiro a novembro deste ano, foram cerca de 4.100 alvarás de funcionamento emitidos, somente nestas áreas, que correspondem cerca de 45% das emissões em toda a cidade.

As Zedus correspondem a apenas 12% do território da Cidade, nas demais zonas, ou seja, 88% do território, foram emitidos aproximadamente 4.966 alvarás. São novas oportunidades surgindo a partir dos incentivos proporcionados pela legislação, aprovada em agosto de 2017.

Essas zonas especiais foram criadas como forma de intensificar o crescimento socioeconômico em áreas específicas da Cidade. No total, são 22 e cada uma possui vocação própria. A Zedus Varjota, por exemplo, é vocacionada ao desenvolvimento de polo gastronômico, entretenimento e lazer. Já a Zedus Aeroporto (Vila União), visa a estimular as atividades econômicas vinculadas ao Aeroporto de Fortaleza que, após a concessão de sua operação para a Fraport, irá demandar novas atividades e novos negócios.

A regulamentação da Zedus também está beneficiando a zona norte da cidade. Na Zedus Aldeota, o fomento ao desenvolvimento econômico da área foi a partir da flexibilização dos parâmetros urbanísticos, ampliando assim o potencial construtivo, ou seja, atraindo novas moradias, comércios e gerando maior rotatividade de pessoas.

“No caso da Zedus Porangabussu, na região oeste, com foco na área da saúde, visamos incentivar a implantação de hospitais, clínicas e faculdades. Pensando nestas transformações para o bairro Rodólfo Teófilo, uma comissão da Prefeitura de Fortaleza esteve na Espanha, absorvendo as boas práticas do Distrito de Inovação 22@ Barcelona, no bairro Poble Nou, que antes da implantação era uma área industrial e atualmente comporta espaços modernos para concentração estratégica de atividades destinadas ao conhecimento”, afirma Águeda Muniz, titular da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).

Além destas, existem as Zedus, Centro (1 e 2), Parangaba, Messejana, Montese, Seis Bocas, Oliveira Paiva, Br 116 (1,2,3 e 4), Antônio Bezerra, Perimetral (1 e 2), Carlito Pamplona, Bom Sucesso, Anel Viário (1 e 2) e Francisco Sá.

Publicado em Meio ambiente
Fortaleza recebe prêmio Selo Município Verde
Os prêmios são concedidos pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará

O Município de Fortaleza recebeu, nesta terça-feira (21/11), os prêmios Praia Limpa e a Certificação Selo Município Verde, promovidos pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Ceará (Sema), em solenidade realizada no auditório da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec).

Fortaleza foi uma das sete cidades do Estado que recebeu a Certificação Categoria B, maior avaliação do prêmio da edição. Já a Praia de Iracema foi classificada entre as dez praias do Ceará e recebeu a certificação Praia Limpa na Categoria Estrelas do Mar.

O Programa Selo Município Verde é uma Certificação Ambiental pública que identifica os municípios cearenses que desenvolvem ações protetivas do meio ambiente com melhores resultados possíveis na salvaguarda ambiental, atendendo critérios preestabelecidos de conservação e uso sustentável dos bens naturais, proporcionando melhor qualidade de vida para as presentes e futuras gerações, a ser entregue a cada dois anos.

A Certificação Praia Limpa, por sua vez, é um programa do Governo do Ceará, coordenado pela Sema, consistindo na concessão de um selo de certificação ambiental aos municípios que aderirem voluntariamente ao programa inscrevendo suas praias, para que sejam avaliadas e conquistem um selo de qualidade atestando as condições de higiene/limpeza, segurança e conservação exigidas pelo programa dentro de critérios estabelecidos, conforme a legislação.

Publicado em Meio ambiente
Crianças visitam o Horto Florestal Municipal Falconete Fialho
O contato das crianças com o meio ambiente é enriquecedor e traz benefícios para as novas gerações

Estar em contato com a natureza viva é sempre algo enriquecedor e agradável. Por isso, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Autarquia de Paisagismo e Urbanismo de Fortaleza (UrbFor), doou mudas de plantas medicinais para o jardim do Centro de Educação Infantil Jornalista Demócrito Dummar, localizado no bairro Canindezinho.

O “Jardim da Cura”, como foi apelidado carinhosamente o espaço, tem o objetivo de transformar o CEI num espaço mais acolhedor e também de educar ambientalmente as crianças deste local. Estas mudas foram plantadas pelos jovens estudantes, com o apoio de suas professoras e de equipes da UrbFor, e todo o adubo usado foi gerado a partir do lixo produzido na própria instituição.

“É muito gratificante saber que essas crianças tiveram este momento tão especial. A UrbFor, além de ser um órgão operacional da Prefeitura de Fortaleza, é também uma instituição que ensina e promove o verde em nossa capital”, pontua o superintendente da UrbFor, Régis Tavares. Esta experiência proporcionou inúmeros sentimentos de alegria e descoberta por estas crianças que tiveram esse momento de aproximação intensa com a natureza.

 

Publicado em Educação
Gato-do-mato dentro de seu recinto
O gato-do-mato é uma das espécies animais encontradas no Zoológico Municipal Sargento Prata

O Zoológico Municipal Sargento Prata e o Horto Florestal Municipal Falconete Fialho, localizados no Passaré, terão novo horário de funcionamento a partir desta terça-feira (30/10).

Os parques, que normalmente tinham as suas atividades das 9h às 16h, agora abrirão uma hora mais cedo. O novo horário é das 8h às 16h, de terça-feira a domingo, inclusive nos feriados. As segundas-feiras, os Parques permanecem fechados para manutenção. “ Tomamos a decisão de abrir os parques uma hora mais cedo para melhor atender as escolas e as famílias, ainda mais neste período do ano. Testamos o novo horário por duas semanas, e a receptividade da população foi excelente”, comenta o superintendente da Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (UrbFor), Regis Tavares.

O local que é uma excelente opção de lazer para toda a família em uma área verde de aproximadamente 13 hectares, com árvores nativas, playgrounds, bancos para descanso, áreas gramadas para piquenique, bebedouros e com 152 animais de 47 espécies, entre mamíferos, répteis e aves, a maioria da fauna brasileira.

 

Publicado em Meio ambiente

duas pessoas em pé posam para a foto
Reunião com o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, ocorreu nesta segunda-feira (15/10)
O prefeito Roberto Cláudio participou, nesta segunda-feira (15/10), em Brasília, de reunião com o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, com quem tratou da tramitação de processos de empréstimo internacional para a Prefeitura de Fortaleza.

São financiamentos que deverão garantir a execução de obras e projetos na área ambiental e de infraestrutura junto a instituições financeiras multilaterais como o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e Banco Mundial (BIRD).

Depois de aprovada pela instituição financeira, a carta consulta passa por análise em órgãos do Governo Federal, no âmbito do Ministério da Fazenda, para depois ser remetida ao Senado Federal, onde é aprovado o aval do Governo Federal, autorizando o empréstimo.

“Temos as condições fiscais necessárias para alavancar esses empréstimos e garantir investimentos essenciais para a nossa cidade, em áreas que são importantíssimas como o meio ambiente e Infraestrutura. Tivemos boa receptividade por parte do secretário do Tesouro Nacional e de sua equipe e estamos confiantes de que conseguiremos uma tramitação rápida que garanta a liberação dos recursos, início e conclusão das obras ainda na nossa gestão”, afirmou o prefeito Roberto Cláudio.

Publicado em Economia
Plano de Arborização de Fortaleza registra mais de 90 mil novas árvores em Fortaleza
Plano de Arborização de Fortaleza incentiva plantios ordenados em Fortaleza

No mês de outubro, período do ano que se comemora nacionalmente o Dia da Natureza, a Prefeitura de Fortaleza alcança mais de 90 mil novas árvores na Capital, entre plantadas e doadas por meio de programas e projetos do Plano de Arborização de Fortaleza. Isso significa uma cidade mais verde e ambientalmente sustentável para as próximas gerações.

Lançado em maio de 2014, o Plano de Arborização de Fortaleza é uma iniciativa inovadora no Estado do Ceará, que visa incentivar, de maneira ordenada os plantios em Fortaleza. O Plano possibilitou diversos projetos e programas que estão ampliando gradativamente a cobertura vegetal da Capital, a exemplo do paisagismo das áreas de uso comum, através dos plantios realizados pela Autarquia de Urbanismo e Paisagismo de Fortaleza (UrbFor), compensatórias ambientais advindas dos licenciamentos ambientais, Programa de Adoção de Praças e Áreas Verdes e os projetos Arvore na Minha Calçada e Uma Criança, Uma Árvore.

Um dos projetos do Plano de Arborização que está ganhando destaque em Fortaleza é o Árvore na Minha Calçada. Por meio dele, a Prefeitura incentiva o plantio, amplia a vegetação e fomenta o paisagismo dos espaços de uso coletivo na Cidade. Somente neste ano, mais de 850 mudas de plantas foram plantadas em calçadas, canteiros ou imóveis através do projeto. O poder público, além de doar a muda, realiza o plantio, que também pode ser feito pelo cidadão, recebendo as orientações sobre todos os cuidados técnicos necessários. O voluntário se torna colaborador na manutenção da nova árvore.

“É gratificante vermos os resultados alcançados com o Plano de Arborização. A Cidade está ficando mais verde, a população está desenvolvendo um sentimento positivo em relação ao meio ambiente, através da relação afetiva com a novas árvores. É um legado que estamos construindo e transformando a Capital em um lugar melhor para todos”, afirma Águeda Muniz, titular da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).

Clique aqui para conhecer os detalhes do Plano de Arborização e obter orientação para plantio, espécies indicadas ao nosso clima e dicas de manutenção da vegetação. 

Publicado em Meio ambiente
Crianças participam de plantio em atividade de educação ambiental promovida pela Regional II.
Crianças participam de plantio em atividade de educação ambiental promovida pela Regional II

Ainda em alusão ao Dia da Árvore, celebrado no dia 21 de setembro, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Regional II, promove mais uma ação de educação ambiental, nesta quinta-feira (27/09), às 09h, com os pacientes da Fundação Casa da Esperança, localizada no bairro Luciano Cavalcante.

Durante a programação, acontecerá uma série de atividades pedagógicas, dentre elas, o plantio de árvores frutíferas (manga e abacate) e a confecção de uma árvore num painel artístico com a participação das crianças e adolescentes, explicando cada uma das partes (raiz, tronco, folhas, flores, frutos e sementes) e a pintura de pneus com placas identificando qual tipo de árvore será plantada.

A Fundação Casa da Esperança é uma instituição que cuida atualmente de 400 pessoas com autismo. Fundada em 1993, a entidade é conveniada ao Sistema Único de Saúde (SUS) e também recebe doações. 98% dos atendimentos são gratuitos. São mais de 200 profissionais das áreas de saúde e terapias, que dão assistência aos pacientes.

A iniciativa tem como finalidade socializar os alunos e desenvolver habilidades para que eles possam aprender a se relacionar com o meio em que vivem de maneira dinâmica e saudável. O plantio de novas mudas, fomentado pelo Plano de Arborização de Fortaleza, visa diminuir o déficit arbóreo per-capta, aumentando a quantidade de árvores por habitante, o que impacta na qualidade de vida da população no meio ambiente urbano.

A atividade é uma forma efetiva de conscientizar os membros da Fundação sobre a necessidade de preservação ambiental e, nesse caso, desenvolver uma interação mais prática com os familiares e pacientes, promovendo aprendizagem educacional e social.

As árvores são imprescindíveis para o equilíbrio ambiental e a manutenção da vida dos seres humanos. A beleza delas contribui para o paisagismo da cidade e suas espécies oferecem uma série de produtos para o consumo humano. Além das frutas, é possível citar: chás, resinas, medicamentos, pigmentos, e muitos outros.

"Acho o projeto louvável. Aqui encontramos um atendimento de qualidade para as crianças e jovens que são atendidas pela equipe da Casa da Esperança. E essa iniciativa ambiental é bacana, porque vai proporcionar aprendizado a todos", comentou a dona Ana Maria Uchôa Saraiva, mãe do jovem Rafael Uchôa Saraiva, que frequenta a Casa há 20 anos.

 

Publicado em Fortaleza

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), entrega, nesta quarta-feira (19/09), às 15h, o Selo Empresa Amiga do Meio Ambiente do Município de Fortaleza às empresas Auto Viação Dragão do Mar e Transforme Consultoria em Sustentabilidade. A iniciativa reconhece o alinhamento entre o desenvolvimento das atividades das empresas a práticas de sustentabilidade.

O Selo é concedido aos empreendimentos/empresas que promoveram, no período mínimo de 1 (um) ano, ações integradas que visem à preservação do meio ambiente, a exemplo de reciclagem do lixo, com destinação comprovada a entidades comunitárias de beneficiamento de lixo; ações de compensação de carbono; ações de educação ambiental junto aos funcionários; divulgação e distribuição de material educativo sobre preservação do meio ambiente, entre outros.

Para obtenção do Selo, a empresa interessada deverá requerer o certificado junto à Seuma. O documento tem validade de dois anos e está condicionado à comprovação, pela empresa, de promoção de ações integradas para a preservação do meio ambiente, podendo ser renovado sucessivamente por igual período, de acordo com o cumprimento do disposto na Lei Municipal Nº 10.183, de 23 de Abril de 2014, que regulamenta o Selo.

Na ocasião, também será entregue o certificado de renovação de convênio do Programa Adoção de Praças e Áreas Verdes do Calçadão da Crasa, adotado pela Crasa C. Rolim Automóveis e da Praça Presidente Vargas, adotada pelo Shopping Benfica.

Serviço
Certificado “Selo Empresa Amiga do Meio Ambiente”
Data: Quarta-feira (19/09)
Horário: 15h
Local: Gabinete da Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Av. Dep. Paulino Rocha, 1343 – Cajazeiras)

Publicado em Meio ambiente
Seminário Planejamento Urbano Resiliente e de Baixo Carbono
O objetivo do seminário é debater sobre o enfrentamento as consequências das mudanças climáticas e seus impactos na infraestrutura, economia e qualidade de vida da população

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma), realizará, nesta quinta-feira (16/08), o Seminário Planejamento Urbano Resiliente e de Baixo Carbono, em parceria com o ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade. O evento ocorrerá no auditório do Paço Municipal, às 13h, aberto ao público.

O objetivo do seminário é debater sobre o enfrentamento as consequências das mudanças climáticas e seus impactos na infraestrutura, economia e qualidade de vida da população. Além de fomentar estratégias sustentáveis para o desenvolvimento de políticas públicas ambientais.

A iniciativa faz parte da segunda fase do projeto Urban-LEDS II: Acelerando a ação climática por meio da promoção de Estratégias de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono, que apoia cerca de 60 cidades, de diversos países, na condução de estratégias climáticas alinhadas ao Acordo de Paris. No Brasil, 8 cidades participam do projeto: Betim/MG, Belo Horizonte/MG, Curitiba/PR, Fortaleza/CE, Porto Alegre/RS, Rio de Janeiro/RJ, Recife/PE e Sorocaba/SP.

“Durante o Urban-Leds II, queremos, além de fomentar estratégias para o desenvolvimento de políticas ambientais, buscar um Plano de Mitigação e de Adaptação às mudanças climáticas, para a consolidação de uma economia de baixa emissão de carbono que atualmente somente o Rio de Janeiro possui”, afirma Águeda Muniz.

“Temos trabalhado com essa parceria que está proporcionando significativos avanços em cidades do mundo inteiro, consolidando ações de sustentabilidade e é assim que queremos Fortaleza, atuando em sintonia com práticas ambientais que garantam um futuro melhor”, afirmou o prefeito Roberto Claudio.

A cidade de Fortaleza também participou do Urban Leds I, que promoveu os inventários de Emissões de Gases do Efeito Estufa (GEE), o Plano de Metas para o enfrentamento das mudanças climáticas e deu origem a Política de Desenvolvimento Urbano de Baixo Carbono de Fortaleza.

Publicado em Meio ambiente

várias pessoas num palco
"Viemos apresentar o projeto inteiro aos moradores e comerciantes da região e garantir tranquilidade aos feirantes porque todos vão ganhar com uma nova feira organizada e bem estruturada", enfatizou o Prefeito
O prefeito Roberto Cláudio, acompanhado da secretária da infraestrutura de Fortaleza, Manuela Nogueira, apresentou nesta quarta-feira (18/07), no Ginásio Poliesportivo da Parangaba, o projeto de urbanização e requalificação da Lagoa da Parangaba. As intervenções previstas na região já estão licitadas e incluem a urbanização de uma área de 60.757,30 m². A obra deve começar em 30 dias.

O projeto prevê a construção de novas calçadas, ciclofaixa, brinquedopraças, pista de cooper e skate, paisagismo com o plantio de árvores e criação de jardins, além de serviços de pavimentação, instalação de nova iluminação e substituição de pisos.

"A Lagoa da Parangaba é um dos centros de referência para lazer em Fortaleza e nós acreditamos que, com a revitalização, teremos um grande centro de ocupação qualificada do espaço público da Cidade. Viemos apresentar o projeto inteiro aos moradores e comerciantes da região e garantir tranquilidade aos feirantes porque todos vão ganhar com uma nova feira organizada e bem estruturada", enfatizou o Prefeito.

Orçadas em aproximadamente R$ 6 milhões, as obras terão duração de 12 meses, sendo divididas por regiões.

Na área norte, será construído um píer, que permitirá uma melhor visualização da Lagoa, além de amplas áreas verdes e pequenas praças que envolvem todo o seu entorno.

A área oeste terá uma ampla praça, dotada de diversos equipamentos para esporte e lazer, como quadra poliesportiva, pista de skate, academia ao ar livre e parque infantil.

Já a área leste do manancial será destinada à realização da Feira da Parangaba. O local receberá serviços de urbanização, oferecendo um espaço mais organizado e adequado para a atividade. Neste mesmo trecho está previsto uma área para prática de esportes diversos, com a instalação de um campo de futebol, quadras de vôlei de praia, assim como pracinhas e quiosques de alimentação (quatro), convivência (cinco) e banheiros (quatro).

Por fim, ao sul da Lagoa, o projeto destaca a instalação de uma ciclofaixa contornando a lagoa, além de duas quadras de vôlei de praia e uma mini Areninha com grama sintética.

"É importante destacar que a feira não irá acabar durante as intervenções. Iremos iniciar as obras construindo um espaço onde os feirantes irão trabalhar até que o local definitivo esteja 100% pronto, incluindo os banheiros tão reclamados pelos feirantes da Parangaba", explicou Manuela Nogueira.

Para garantir a permanência dos feirantes que já trabalham na área, a Prefeitura de Fortaleza concedeu 1.100 Termos de Permissão de Uso aos permissionários da Feira da Parangaba, que foram recadastrados pela Regional IV, no início de 2018.

"A gente está unido para que a feira se torne um lugar melhor para se trabalhar e para se divertir também. Acredito que ficará um espaço bonito, limpo e organizado como a gente precisa", disse o permissionário Nilson Carvalho que trabalha na feira há mais de dez anos.

A Lagoa da Parangaba é a maior da Capital. Para a requalificação, não foi necessária desapropriação ou remoção, mas um trabalho em conjunto com a Cagece irá conscientizar os moradores sobre o descarte irregular e poluição da área verde e do manacial. Em paralelo às intervenções, a Secretaria de Urbanismo e Meio Ambiente e a Cagece irão realizar ações de despoluição da Lagoa.

Publicado em Infraestrutura
Página 1 de 6