Pemed 2023
Unidade celebra todos os níveis adequados e desejáveis na alfabetização, na matemática e no português do 5º e do 9º ano (Foto: Alcides Freire)

É na rua Rubi, bairro Siqueira, onde está localizada a escola municipal que teve o principal destaque no Prêmio Escola com Excelência em Desempenho (Pemed) 2023. A Escola Municipal Professor José Cirio Pereira Filho foi a primeira colocada do Município na premiação que contemplou as escolas com melhores resultados no Sistema de Avaliação Permanente da Educação Básica do Estado do Ceará (Spaece) e no Spaece-Alfa.

Com todos os níveis adequados e desejáveis na alfabetização, na matemática e no português do 5º e do 9º ano, o resultado da unidade é reflexo do trabalho realizado durante o ano letivo. “Os nossos resultados vêm da dedicação no dia a dia. Gestão, professores e responsáveis unidos para ofertar o melhor para as crianças. Pensamos em cada estudante, motivamos os professores e nos mantemos em diálogo com os pais. É essa soma de esforços que nos faz evoluir”, enfatizou a coordenadora pedagógica Odailza Lima.

Segundo a secretária municipal de Educação, Dalila Saldanha, o êxito da escola serve como estímulo para as outras instituições da Rede. "O Pemed é um elemento motivacional para reconhecer e valorizar o esforço de todos os envolvidos na Educação do Município. Ele estimula o desenvolvimento conjunto de todas as unidades. Com essa motivação, e um incentivo financeiro adicional, buscamos inspirar todos a almejarem um padrão de excelência elevado. Nossa meta principal é oferecer uma educação de qualidade e que seja inclusiva", destaca.

A diretora da unidade, Francisca Francimar Gomes, celebra a conquista nos níveis adequados e desejáveis, índices utilizados pelo Spaece para mensurar a proficiência dos estudantes. “Este resultado é fruto de uma equipe dedicada, de profissionais que pensam na aprendizagem dos 748 alunos que estão nessa escola. O nosso trabalho começa no Infantil V e segue alinhado até o 5º ano”, ressalta.

Pemed

A premiação é uma referência importante para o aprimoramento da qualidade no ensino-aprendizagem na Rede Municipal de Ensino. Somando mais de R$ 1 milhão em recursos, o Pemed 2023 condecorou 192 escolas, premiando financeiramente 87 unidades, que podem utilizar os recursos para melhorias, conforme a necessidade de cada escola. A solenidade de entrega ocorreu no último dia 6, com a participação do prefeito José Sarto.

Além disso, nesta edição, 416 alunos receberam smartphones, sendo 100 para os estudantes do 5º ano e 316 para os do 9º ano. Todos os 1.235 professores das escolas premiadas ganham elogio no Diário Oficial do Município (DOM).

Colhendo resultados

Realizada desde 2015, a iniciativa valoriza as boas práticas pedagógicas, em ações como a formação continuada de professores e gestores escolares, a distribuição de materiais pedagógicos de qualidade, acompanhamento às escolas, avaliações diagnósticas, entre outras.

Parte do núcleo docente há 10 anos, a professora Ana Cecília Duarte encara a conquista com grande responsabilidade e motivação. No papel de estimular os alunos a serem protagonistas, a docente vislumbra o crescimento futuro de cada criança.

E quem já constrói essa narrativa de protagonismo citada por Ana é o aluno Douglas Batista. Estudante do 3º ano, ele deixa a mensagem de incentivo após da recente vitória: “se fizermos tudo de qualquer jeito, teremos uma vida sem resultados. É isso que minha professora me ensinou. Estou muito feliz com a nossa vitória. De todas as escolas que estudei, essa é a melhor. Estou sempre seguindo o caminho da escola, nunca desviei dele. Todos devem fazer isso. A gente não é nada sem a educação”, conclui Douglas.

Publicado em Educação
Seminário Ed. Infantil
A formação continuada para profissionais da Educação faz parte da política de valorização profissional da gestão do prefeito José Sarto (Foto: Alcides Freire)

Somando 23 anos como educadora em Fortaleza, Patrícia de Brito Serra reflete que já vivenciou muitas transformações na educação. A lição do dia são “As Relações Étnico-Raciais no Cotidiano da Educação Infantil: dialogando com as múltiplas linguagens de bebês e crianças”, tema do Seminário da Educação Infantil 2023, realizado pela Secretaria Municipal da Educação (SME) nesta quinta e sexta-feira (24 e 25/08). “Como mulher preta que sou, sinto-me feliz por participar deste evento que busca a construção de uma educação antirracista. Já estamos caminhando neste aspecto na primeira infância. Penso que é um momento importante de transformação que eu não vivi na minha escola, quando era estudante”, reflete.

O bate-papo com a educadora ocorreu no primeiro dia do Seminário, que começou nesta quinta-feira (24/08), e repete a programação para outra parte do público nesta sexta-feira (25/08), no Hotel Vila Galé, na Praia do Futuro. A expectativa é de participação de 2 mil professores e coordenadores de unidades escolares da Educação Infantil, considerando os dois dias.

Patrícia, que há quase dois anos está atuando como coordenadora pedagógica do Centro de Educação Infantil (CEI) Ana Amélia Bezerra de Menezes e Souza, no Itaperi, divide a alegria de ver e participar da construção de uma nova Educação Infantil. E reforça que a escolha do tema foi uma proposta dos próprios profissionais da Educação Infantil. “Vamos levar as reflexões deste momento para as unidades escolares e família. Foi uma oportunidade de debater a importância do respeito às diferenças, já que nosso público nas escolas é diverso”, projeta.

Para a reflexão sobre a temática da diversidade, o Seminário da Educação Infantil trouxe como palestra magna o tema “Múltiplas linguagens da educação infantil: experiências, oportunidades e diversidade”, ministrada pela professora e escritora Maria Carmem Barbosa, da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Na parte da tarde, houve mesa de diálogos sobre os desafios e possibilidades das relações ético-raciais no dia a dia das unidades escolares.

Ao longo da palestra, Maria Carmem trouxe reflexões sobre o compromisso dos professores e profissionais da Educação Infantil na construção de uma unidade escolar de movimento, lúdica, igualitária e de muitas experiências. “Nosso compromisso com o futuro é grande quando trabalhamos na infância. As crianças se expressam em múltiplas linguagens. E elas precisam conhecê-las. Nosso papel é pensar nestas múltiplas linguagens que são enriquecedoras para a vida humana, como culinária, música, teatro, cinema e tantas outras. Esta formação continuada em Fortaleza é muito importante”, reforça a palestrante.

Mais que um seminário

Formação continuada para profissionais da Educação faz parte da política de valorização profissional da gestão do prefeito José Sarto, sendo o Seminário da Educação Infantil mais um momento relevante de aprendizado para professores e coordenadores da Educação Infantil. A secretária da Educação, Dalila Saldanha, realizou a abertura do evento celebrando esta edição. “A temática antirracista proporcionou momento de reflexão e debate sobre este assunto necessário na primeira infância, considerando a importância dessa etapa no desenvolvimento das crianças. Estou feliz por estar com este grupo de profissionais da educação, que realiza um trabalho que é referência no Brasil”, destaca.

Seguindo a mesma temática do seminário, a SME está realizando também a V Mostra da Educação Infantil, que segue até 31 de agosto, contemplando Centros de Educação Infantil (CEIs), escolas municipais e creches parceiras. A mostra faz parte do calendário escolar e busca dar visibilidade às produções realizadas pelos alunos, como experiências e vivências desenvolvidas nas unidades.

Publicado em Educação
Jogos Escolares da Integração do Município
Ao todo, estão envolvidos na programação cerca de quatro mil estudantes da faixa etária de 8 a 11 anos (Foto: Alcides Freire)

As habilidades esportivas de alunos da Rede Municipal de Ensino estão sendo aprimoradas nos Jogos Escolares da Integração do Município de Fortaleza (JEIMF 2023), que estão ocorrendo desde o início do mês de agosto e vão até o dia 31. Futsal, carimba, pique bandeira e cabo de guerra são as modalidades do evento, que é dividido em duas etapas: a primeira está em andamento de forma regionalizada nos escolas municipais dos próprios Distritos de Educação; já a segunda fase reunirá os classificados de cada Distrito na Academia do Professor Darcy Ribeiro, a partir desta sexta-feira (25/08). Ao todo, estão envolvidos cerca de quatro mil estudantes da faixa etária de 8 a 11 anos, de 120 escolas municipais.

A última etapa das disputas realizadas entre as escolas do Distrito de Educação 4, nesta terça-feira (22/08), decidiu os times classificados para a final. O aluno Pedro Enzo de Freitas Oliveira, do 3º ano, da Escola Municipal Francisco Nunes Cavalcante, no José Walter, foi um dos jogadores da modalidade futsal. Ao lado dos amigos de time, vibrou muito com os jogos e comemorou a classificação para o último jogo. “O evento está sendo muito legal para se divertir, rever alguns colegas e conhecer outros. Os jogos foram difíceis, mas nosso time é bom, a gente treina muito e nos dedicamos. Amo futebol e meu sonho é jogar profissionalmente”, descreve.

Para além de trabalhar as aptidões esportivas, os jogos estão cumprindo o propósito que é integrar os alunos da Rede Municipal, observa o professor de Educação Física, Nivaldo Júnior. Ele afirma que as competições ensinam os alunos a importância do trabalho em equipe, da colaboração e do controle das emoções, já que é normal lidar com a derrota. “Por mais que os jogos sejam competitivos, a importância é a participação de todos. O engajamento dos alunos está sendo muito bom, o evento movimenta muito as escolas. As disputas acabam sendo um ponto de encontro entre eles. O esporte também fortalece os vínculos”, considera.

Esporte no mês do estudante

Os Jogos Escolares da Integração do Município de Fortaleza se inserem no rol de atividades do Agosto ON, que é a agenda comemorativa do mês do estudante da Rede Municipal. Os jogos são uma realização da Secretaria Municipal da Educação (SME), por meio da Academia do Professor (APROF) e da Célula de Inovação Educacional. A participação é o carro-chefe das competições, por isso todas as crianças recebem medalhas de honra ao mérito, além de lanche garantido em cada um dos jogos. No total, vão ser 329 partidas com adesão de 120 unidades escolares da Rede Municipal.

A Educação de Fortaleza tem como missão a garantia de qualidade e equidade com foco no desenvolvimento integral dos estudantes. Neste sentido, toda a construção dos jogos escolares visa o atendimento desta missão, explica o gerente da Célula de Inovação Educacional da SME, Paulo Henrique Brandão: “Seguimos implantando uma cultura de inovação educacional em várias frentes, na área de educação física, que está diretamente associada aos jogos. A busca é por transformar a cultura do jogar contra por jogar com o outro, desestimulando a competição exacerbada e cultivando o espírito cooperativo”.

Para incentivar a colaboração entre os alunos, Paulo esclarece que a organização alterou até a forma de premiação do evento. “Desde a edição de 2022, as equipes que perdem os  jogos são agraciadas com as medalhas, enquanto as vencedoras aplaudem a participação dos seus colegas. Esta dinâmica segue até o jogo final, quando as duas equipes, independentemente do resultado, são premiadas da mesma forma”, explica o gerente, definindo o evento com uma grande celebração do esporte e da amizade.

Publicado em Educação
Mostra da Educação Infantil
Parte do Agosto ON, iniciativa em homenagem ao mês do estudante, a V Mostra da Educação Infantil segue até o dia 31 de agosto (Foto: Alcides Freire)

Mostras culturais, teatro, música, dança e contação de histórias. As linguagens artísticas são  diversas e o encanto das crianças é garantido em mais uma Mostra da Educação Infantil. Até o dia 31 de agosto, a Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal da Educação (SME), promove a 5ª edição do evento em diferentes locais públicos da Capital.

Com o tema “As relações étnico-raciais no cotidiano da Educação Infantil: Dialogando com as múltiplas linguagens de bebês e crianças”, a mostra eleva o protagonismo dos bebês e crianças da Rede Municipal de Ensino. Nesta terça-feira (22/08), os estudantes do Distrito de Educação 2 aproveitaram a agenda especial na Casa José de Alencar. 

“Um dos pilares da nossa prática é o protagonismo infantil dentro do processo educacional. E nada mais relevante do que trazer temáticas que promovam novos aprendizados e vivências culturais para as crianças. Projetos como esse despertam esse lado protagonista“, pontuou o secretário adjunto Jefferson Maia. 

“Estamos vivenciando o mês da Primeira Infância. A Secretaria está desenvolvendo diversas ações e a nossa ideia é levar para os espaços públicos o que já acontece nas salas de aula. Reverberar uma política de protagonismo que pautamos dentro das unidades escolares”, completou Simone Calandrini, coordenadora da Educação Infantil. 

Realizada anualmente, a programação tem o intuito de dar visibilidade às produções realizadas pelos alunos, com suas professoras e famílias, nas unidades escolares. Além disso, é uma forma de valorizar o trabalho dos profissionais que atuam nessa etapa. 

“Estou feliz em participar e ver em cada rostinho esse encantamento. É necessário ultrapassarmos os muros da escola. O mais importante é que essa temática favorece a promoção de inúmeras experiências para as crianças”, elogiou Daniele Teotônio, coordenadora do Centro de Educação Infantil Padre José Nilson, que na oportunidade realizou apresentação artística para os pequenos estudantes. 

Parte do Agosto ON, iniciativa em homenagem ao mês do estudante, a V Mostra da Educação Infantil segue até o dia 31 de agosto, contemplando Centros de Educação Infantil (CEI), escolas municipais e creches parceiras de todos os seis Distritos de Educação. 

Confira a programação dos próximos dias

Dia 23/08 - Distrito de Educação 1 - Cuca Pici
Dia 23/08 - Distrito de Educação 4 - Cuca José Walter
Dia 24/08 - Distrito de Educação 6 - Casa José Alencar
Dia 31/08 - Distrito de Educação 3 - Cuca Pici

Publicado em Educação
estudantes da Rede Municipal de Ensino
Os encontros para orientação com os três alunos ocorreram na sala de inovação da escola (Foto: Alcides Freire)

Nova iniciativa da Prefeitura de Fortaleza, em vigor a partir da Lei nº 11.320/2022, regulamentada no decreto nº 15.578/2023, viabiliza que estudantes da Rede Municipal de Ensino possam expandir seus conhecimentos para além da Capital. O projeto inovador prevê que a gestão municipal custeie a participação dos alunos em eventos científicos, artísticos, culturais e desportivos fora da Cidade, incluindo passagens, hospedagem, alimentação e transporte.

Com base nesta nova lei, três estudantes e uma professora da Rede Municipal de Ensino irão representar Fortaleza na cidade de Campinas (SP), durante a final da 15ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (OHNB), que ocorrerá nos dias 26 e 27 de agosto. A equipe, chamada “Os Garotos Prodígios”, é a primeira a participar de evento nos moldes da nova lei.

Secretária da Educação, Dalila Saldanha, comenta que a regulamentação possibilita que os estudantes participem de eventos até fora do país. "É uma forma de estimular nossos estudantes e reconhecer o trabalho dos professores e gestores escolares. A participação em eventos fora do estado também faz parte de uma ação pedagógica importante no desenvolvimento desses jovens. Investimos continuamente em programas e projetos que visam ao aprimoramento das ferramentas de ensino e aprendizagem, com interação ativa na produção de saberes", afirma Dalila.

Trabalho em equipe

Formado na Escola Municipal José de Alencar (Jardim Iracema), o grupo dos alunos Paulo de Souza, 14 anos, Maria Eduarda Bezerra Caldas, 15 anos, e Joyce Emily Rodrigues Lima, 14 anos, é orientado pela professora Lara de Sousa Lutife. Outras duas equipes, Campeões e Jesus is the Way, ambas da Escola Municipal de Tempo Integral Vereador Alberto Gomes de Queiroz, também foram aprovadas para a etapa nacional da Olimpíada. A SME utilizou o critério de maior nota, entre as três, para realizar o desempate e, assim, escolher uma equipe para representar o Município no evento, conforme o decreto nº 15.578/2023.

A professora Lara Lutife narra que os encontros para orientação com os três alunos ocorreram na sala de inovação da escola. “A gente usou os nossos recursos da melhor forma, e eles foram desenvolvendo autonomia durante todo esse processo. A final, em Campinas, vai coroar esse trabalho. Para a gente, é uma honra poder representar o ensino público de Fortaleza em outro estado”, celebra a professora.

A estudante Joyce Emily compartilha que o nível de dificuldade foi sendo elevado a cada etapa da Olimpíada, o que também demandou maior dedicação da equipe. “Foi uma experiência nova e também foi importante, por exemplo, para eu entender mais sobre a história dos indígenas e entender sobre o que está acontecendo com eles nesse atual momento”, relaciona. A colega Maria Eduarda complementa que todo o engajamento ocorreu em equipe, assim como o compartilhamento de conteúdos."Quando alguém ficava com dúvida sobre alguma coisa, a gente se ajudava e entrava num acordo", reforça a estudante.

Empolgado com sua primeira viagem de avião, o aluno Paulo Santiago comemora que a experiência da Olimpíada permitirá um intercâmbio de conhecimentos e experiências. “O apoio da escola foi muito legal, eles nos ajudaram demais. E nós somos um trio, a gente sempre pesquisava juntos, respeitando a nossa própria linha de raciocínio”.

A Olimpíada

A Olimpíada Nacional em História do Brasil é um projeto de extensão da Universidade Estadual de Campinas, desenvolvido pelo Departamento de História por meio da participação de docentes, alunos de pós-graduação e de graduação. Com 103 grupos participantes, Ceará é o estado com maior número de equipes, seguido por Bahia (32), Minas Gerais (32), Pernambuco (32), São Paulo (28) e Rio Grande do Norte (20).

Em seis fases on-line, realizadas entre maio e junho, cada etapa da Olimpíada tem uma semana de duração e prevê questões de múltipla escolha, somadas à realização de tarefas. Em 2023, dos 30,5 mil grupos inscritos, 340 equipes de diversos estados do país foram selecionadas para a etapa final para a seleção. A participação ocorre em equipes formadas por um professor de História e três alunos do Ensino Fundamental (8º e 9º anos) e/ou Médio de escolas públicas e particulares.

Confira a pontuação das equipes

Equipe Os Garotos Prodígios (EM José de Alencar): nota 3.660,98/4.000

Equipe Os Campeões (ETI Vereador Alberto Gomes de Queiroz): nota 3.660,37/4.000

Equipe Jesus is the Way (ETI Vereador Alberto Gomes de Queiroz): 3.657,40/4.000

Lei nº 11.320/2022
Confira o decreto nº 15.578/2023

Publicado em Educação
 projeto #EUnoIFCE
O projeto faz parte do Aprender Mais, iniciativa direcionada aos estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e EJA (Foto: Alex Costa)

Cerca de 500 estudantes da Rede Municipal de Ensino participaram, neste sábado (19/08), dos primeiros aulões preparatórios para a seleção do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). Este momento é mais uma etapa que prepara os jovens para o ensino médio. As atividades pedagógicas, promovidas pela Secretaria Municipal de Educação (SME), ocorreram em seis polos de Fortaleza, localizados nos bairros Barra do Ceará, Cais do Porto, Bela Vista, Prefeito José Walter, Siqueira e Cajazeiras.

"O #EUnoIFCE é uma fábrica de sonhos". É assim que define o secretário-adjunto de Educação Jefferson Maia, presente no polo do bairro Cajazeiras. “A gente quer potencializar o desejo que milhares de alunos nossos têm de fazer o ensino médio nessa grande instituição federal que é o IFCE. Para isso, damos todo o suporte, trabalhando desde a motivação, a indução para que eles sonhem em participar do processo seletivo, até o suporte para inscrições e, depois, matrículas”, resume o gestor.

O projeto #EUnoIFCE faz parte do Aprender Mais, iniciativa da Prefeitura de Fortaleza, por meio da SME, direcionada aos estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental e EJA. Neste processo são contemplando fases de campanha para emissão de documentos (RG e CPF) organizada nas unidades escolares; aulões preparatórios do processo seletivo; acompanhamento das inscrições; mobilização na semana que antecede a prova (Semana IF) e no dia da avaliação (Dia IF); além de orientações no processo de matrícula na Instituição.

“Tenho participado de alguns eventos que acontecem na instituição que eu estudo, como o Pró-Técnico e, agora, o primeiro aulão preparatório pro IFCE. No Pró-Técnico aprendi coisas novas em Física, Matemática, Português. Foi um empurrão nos meus estudos, assim como este momento”, comenta o estudante Alberto Coelho Damasceno Júnior, 14 anos, estudante do 9º ano da Escola Municipal Bárbara de Alencar, que ainda afirma: “Quero estudar enfermagem”.

O “Pró-Técnico” é um programa da SME que ocorre em polos espalhados pela Cidade, para atender a alunos do 9º ano de toda a rede municipal, conforme o número de vagas ofertadas. Os estudantes passam a manhã na unidade educacional e as tardes em um dos nove polos com aulas para suplementar o ensino básico.

A programação dos demais aulões será divulgada no Portal da Prefeitura de Fortaleza e demais canais de comunicação da Secretaria Municipal de Educação.

Publicado em Educação
Curso de Formação para Manipuladores de Alimentos
O evento é dividido em quatro encontros e segue até o próximo dia 2 de setembro (Foto: Alcides Freire)

Com o tema "Alimentação Escolar e segurança alimentar", este sábado (19/08) recebeu o segundo encontro do Curso de Formação para Manipuladores de Alimentos da Rede Municipal de Ensino de Fortaleza, para os 1.500 profissionais que atuam nas escolas. O evento é dividido em quatro encontros e segue até o próximo dia 2 de setembro, sempre nas manhãs de sábado.

Esta edição do curso conta com a participação de três chefs da gastronomia cearense, Mattu Macedo, Leandro Restrepo e Geórgia Goiana, que conduzem os encontros em seis polos de Fortaleza.

Neste segundo dia, os participantes tiverem momento teórico com a palestra "Manipulação de alimentos: boas práticas e reflexões do cotidiano escolas para o controle de qualidade e segurança alimentar". O segundo momento foi todo prático, com a oficina "Participação coletiva na construção da rotina escolar".

A secretária da Educação, Dalila Saldanha, reforça que a Prefeitura segue as diretrizes previstas no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). "Buscamos fortalecer a caminhada de vocês, trabalhando para que possamos oferercer espaços adequados, instrumentos de trabalho de qualidade, uma boa formação. A alimentação escolar é parte importante da nutrição de crianças, jovens e adultos em nossas unidades de educação. E vocês têm uma contribuição muito grande para a realização deste propósito".

PNAE

O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) é um programa federal que fornece recursos para alimentação escolar e ações de educação alimentar nos estados e municípios brasileiros. É considerado um dos maiores programas relacionados à alimentação escolar no mundo, sendo o único reconhecido com atendimento universalizado. O propósito é oferecer alimentação saudável e adequada, utilizando alimentos variados e seguros, que respeitem a cultura, as tradições e os hábitos alimentares saudáveis.

Programação para os próximos fins de semana
3º dia: 26/08
Tema: Reflexões sobre a alimentação saudável
Palestra: Introdução alimentar, importância da Alimentação Saudável e combate ao desperdício de alimentos no cotidiano escolar
Oficina: Cores e sabores na preparação dos pratos

4º dia: 02/09
Tema: Alimentação escolar como direito de todos os estudantes
Palestra: Trabalhando o Cardápio Escolar – Aprendizagens sobre Intolerância,
Alergia alimentar e Transtorno do Espectro Autista (TEA)
Oficina: Memória afetiva na Alimentação Escolar

Atividade complementar
Metodologia: Participar da oficina prática do Projeto de Acompanhamento da
Qualidade na Alimentação Escolar, conforme acompanhamento da nutricionista.

Convidados especiais
• Profª. Mattu Macedo
• Profª.Geórgia Goiana
• Profº. Leandro Restrep

Publicado em Educação
EJA no Cineteatro São Luiz
Realizado ao longo de agosto, a programação conta com ampla atividades em diversos espaços da Capital

Teve mais cinema no roteiro de atividades do Agosto ON, agenda celebrativa ao mês do estudante da Rede Municipal de Ensino! Desta vez, cerca de 500 alunos da Educação de Jovens e Adultos (EJA) aproveitaram uma sessão de cinema especial no Cineteatro São Luiz, nas noites de quarta e quinta-feira (16 e 17/08). Estudantes de nove escolas municipais assistiram aos filmes “Marte Um” e “A Viagem de Pedro”, este último exibido na Mostra de Filmes Finalistas do Grande Prêmio do Cinema Brasileiro 2023.

Embora trabalhe como vendedor no Centro de Fortaleza, o aluno Jairo Pinheiro, da Escola Municipal José Batista de Oliveira, no Panamericano, conta que nunca tinha entrado no Cineteatro São Luiz, que é um dos patrimônios históricos e culturais do Ceará. “Primeira vez que entrei aqui no cineteatro. Foi muito bom vir com os colegas. Achei muito bonito por dentro e por fora. Fiquei feliz por ter vindo”, compartilha.

A aluna Rita Franco Rabelo, também da Escola Municipal José Batista de Oliveira, assistiu ao filme “A Viagem de Pedro” na telona pela primeira vez: “Faz anos que moro em Fortaleza, mas nunca tinha entrado no São Luiz. Achei muito lindo. Foi minha primeira vez no cinema. Vou contar para todo mundo o que eu vi. Estou muito grata por esta oportunidade”.

A vivência no cineteatro também foi uma oportunidade de passeio ao centro histórico de Fortaleza, considera Adriano Nascimento, gerente da Célula de Fortalecimento da Autonomia Escolar da Secretaria Municipal da Educação (SME): “A experiência de compartilhar Fortaleza é o mote desta edição do Agosto ON. Já realizamos muitas atividades dentro da programação, agora, os alunos da EJA estão vivendo esse momento do cineteatro. Acredito que os alunos tiveram a chance de estimular habilidades lúdicas, inovadoras e intelectuais, além de conhecerem um pouco mais sobre este equipamento cultural”.

Agosto ON

A agenda comemorativa ao mês do estudante da Rede Municipal traz como temática este ano “A experiência de compartilhar Fortaleza”. Realizado ao longo de agosto, a programação conta com ampla atividades em diversos espaços da Capital, incluindo visitas, oficinas e atividades em equipamentos culturais e artísticos. Confira o cardápio de atividades previsto para esta edição.

Publicado em Educação
Projeto #EuNoIFCE

Começa neste sábado (19/08) a agenda de aulões promovidos pelo Projeto #EuNoIFCE, voltado para estudantes da Rede Municipal de Ensino que se preparam para o processo seletivo do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). As atividades pedagógicas, promovidas pela Secretaria Municipal de Educação (SME), ocorrerão, neste primeiro fim de semana, em seis polos de Fortaleza, localizados nos bairros: Barra do Ceará, Cais do Porto, Bela Vista, Prefeito José Walter, Siqueira e Cajazeiras.

A programação, voltada para alunos do 9º ano e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) IV, contempla fases de campanha para emissão de documentos (RG e CPF) organizada nas unidades escolares; aulões preparatórios do processo seletivo; acompanhamento das inscrições; mobilização na semana que antecede a prova (Semana IF) e no dia da avaliação (Dia IF); além de orientações no processo de matrícula na Instituição.

“O #EuNoIFCE proporciona todo o suporte para motivar os nossos estudantes. Trata-se de um conjunto de ações que auxilia desde a inscrição até o processo de matrícula. Essa é uma importante iniciativa da Rede Municipal na transição dos alunos do Ensino Fundamental para o Ensino Médio”, pontua a secretária da Educação, Dalila Saldanha.

Aulões

A SME, por meio da Coordenadoria de Ensino Fundamental, Distritos de Educação e unidades escolares, promoverá aulões preparatórios para os estudantes público-alvo dessa ação pedagógica a partir deste mês de agosto. Os aulões serão ministrados por professores da Rede Municipal, convidados de outras instituições e com os docentes do projeto Integração Turmas Avançadas.

Serão realizados aulões aos sábados, no turno da manhã, distribuídos em polos por Distritos de Educação e em todas as unidades escolares com 9º ano e EJA IV. No caso das escolas que possuem turmas de EJA IV, elas poderão organizar seus aulões às sextas-feiras, com o objetivo de contemplar um quantitativo maior de estudantes. Os alunos desta modalidade também poderão participar dos momentos pedagógicos programados aos sábados.

A Coordenadoria de Ensino Fundamental também produziu material de divulgação e orientações aos estudantes e unidades escolares sobre o processo seletivo do IFCE, que deverá ser trabalhado durante a semana que antecede a prova. Também serão disponibilizadas tendas nos principais locais de seleção para que as equipes da SME, dos Distritos e das unidades escolares possam acolher os alunos.

A SME conta com a participação de todos os segmentos na construção desses momentos pedagógicos que serão de extrema importância no processo educativo dos estudantes.

Confira os polos dos aulões deste sábado (19/08) para cada Distrito de Educação

Distrito de Educação 1
ETI Aldemir Martins
Av. Francisco Sá, 7460 - Barra do Ceará

Distrito de Educação 2
ETI Vereador Alberto Gomes de Queiroz
Avenida Zezé Diogo, 782 - Cais do Porto

Distrito de Educação 3
ETI José Júlio da Ponte
Rua Mário de Andrade, s/n - Bela Vista

Distrito de Educação 4
ETI Roberto Cláudio
Gleba C, s/n - Prefeito José Walter (via projetada do loteamento Cidade Jardim 2)

Distrito de Educação 5
ETI Prof Alexandre Rodrigues de Albuquerque
Rua Alves Bezerra, 743 - Siqueira

Distrito de Educação 6
Auditório do Distrito de Educação 6
BR 116 - KM 4, 406 - Cajazeiras

Publicado em Educação
Dia do Estudante 2023
A agenda especial promoveu dinâmicas recreativas, incluindo teatro, música, psicomotricidade e artistas circenses

Diversão e atividades ao ar livre marcaram o dia de cerca de 1.600 alunos da Rede Municipal, durante a programação em comemoração ao Dia do Estudante, celebrado nesta sexta-feira (11/08), na Casa José de Alencar e Passeio Público.

“Hoje, celebramos o Dia do Estudante com as crianças ocupando a Cidade. A Casa José de Alencar e o Passeio Público são lugares de grande valor histórico e com amplo espaço verde para os alunos aproveitarem o dia. E essa é nossa proposta: Oportunizar novas vivências e aprendizados, desenvolvendo as potencialidades dos estudantes”, destacou a secretária da Educação, Dalila Saldanha.

 A agenda especial promoveu diferentes atividades recreativas, incluindo teatro, música, psicomotricidade e artistas circenses. “Eu estou encantada com esse lugar tão verde. A Casa José de Alencar superou minhas expectativas. O dia está sendo incrível e eu estou me divertindo com tantas brincadeiras. Até picolé e algodão doce a gente ganhou”, disse animada Laura dos Santos, aluna do 5º ano da Escola Municipal Professor Monteiro de Moraes, localizada na Sapiranga.

O dia de lazer contou ainda com dinâmicas educativas voltadas para meio-ambiente e trânsito, realizadas em parceria com a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC). Um conjunto de atividades celebradas pelos profissionais da Rede que acompanharam as crianças.

“É importante os nossos estudantes terem esses momentos fora do ambiente escolar. Já no trajeto eles fazem diversas observações e, aqui, experimentam algo diferente. Vemos a alegria estampada em cada rostinho. É um momento que enriquece a todos”, elogiou Elane Holanda, coordenadora do Centro de Educação Infantil Padre José Maria Cavalcante Costa, no bairro Guajeru.

Um mês de novas experiências

As atrações desta sexta (11) integram a agenda do Agosto ON, conjunto de atividades promovida pela Rede Municipal durante o mês dedicado ao estudante. Com a temática “A experiência de compartilhar Fortaleza”, a programação traz  visitas, oficinas e atividades em diversos equipamentos artísticos e culturais.

“O Agosto ON é um período de extrema alegria, diversão e aprendizados para os estudantes da Rede de Ensino. Mais de 20 mil alunos serão contemplados, ao longo do mês de agosto, com esse conjunto de ações que busca explorar os espaços de Fortaleza”, pontuou o secretário adjunto, Jefferson Maia.

Publicado em Educação