A imagem mostra o antes e o depois da melhoria
Algumas residências nem banheiro existia

A Prefeitura de Fortaleza segue cadastrando famílias que irão receber melhorias habitacionais no grande Pirambu, bairro localizado na Regional I. Vinculada ao Projeto Vila do Mar e coordenada pela Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor), essa política de habitação já beneficiou 1.309 famílias e, até o final deste ano, outras 600 devem ser completadas somente naquela região.

“A área que vem recebendo as melhorias habitacionais foi dividida em 14 trechos e já estamos cadastrando as famílias do trecho 12. Após essa etapa, nós repassamos para a equipe de Engenharia da Habitafor que acompanha a execução dos trabalhos’’, afirmou a assistente social, Tércia Araújo.

Sobre as melhorias habitacionais

As melhorias habitacionais são intervenções importantes desenvolvidas pelo Município, junto a comunidades vulneráveis. Elas permitem condições saudáveis de habitabilidade em moradias precárias e levam dignidade para as famílias atendidas, com foco na melhoria dos banheiros, que são construídos e/ou reparados com a instalação de kits sanitários (chuveiro, lavatório, vaso, revestimento e piso cerâmico), além de acesso à rede de saneamento básico. Além do Vila do Mar, a Prefeitura de Fortaleza também executou ações de melhorias habitacionais nas comunidades do Campo Estrela e São Cristóvão, no grande Jangurussu.

Publicado em Habitação
A ação fortalece a retomada o trabalho social na área
O residencial reúne 504 famílias beneficiadas pelo Projeto Vila do Mar

Uma equipe multidisciplinar da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor) montará, nesta segunda-feira (20/01), um Posto de Orientação Urbanística Social (Pouso) no residencial Vila do Mar III, na Barra do Ceará. O objetivo é acolher demandas das famílias, bem como dar início ao trabalho social na área.

O Pouso reunirá profissionais das áreas de Serviço Social, Engenharia e Jurídica com o intuito de auxiliar os moradores a esclarecer dúvidas quanto aos seus direitos, assim como colaborar para solução de possíveis problemas relacionados ao residencial. “Vamos reunir equipes das coordenadorias de Programas Sociais, Programas Habitacionais e Assessoria Jurídica para proporcionar uma manhã de atendimentos às famílias, além de celebrar o início das ações do trabalho social após o reassentamento”, destaca Cynthia Caldas, assistente social da Habitafor.

O residencial Vila do Mar é formado por 504 apartamentos que receberam famílias beneficiadas pelas intervenções urbanísticas vinculadas ao Projeto Vila do Mar, na orla do grande Pirambu. O empreendimento foi entregue pelo prefeito Roberto Cláudio em duas etapas, sendo a primeiro com 240 unidades em dezembro de 2018 e a segunda com 264, no dia 23 de dezembro do ano passado.

Além da construção de novas moradias, a Prefeitura concedeu, por meio do Projeto Vila do Mar, mais de 3 mil papéis da casa, executou 1.309 melhorias habitacionais e requalificou quase 5 quilômetros de orla, bem como entregou espaços de lazer requalificado, como a Pracinha do Abel, construiu o Mercado dos Peixes, Ecoponto e Areninha.

Publicado em Habitação
Os 264 novos apartamentos deverão ser entregues até janeiro de 2020
Ao todo, 504 famílias serão beneficiadas com moradias no residencial Vila do Mar III

A Prefeitura de Fortaleza realizad, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor), o processo de loteamento das famílias aptas a receber apartamentos na segunda etapa do residencial Vila do Mar III. A ação teve início nesta terça-feira (03/12) e se estende até quinta-feira (05/12), no Centro de Cidadania e Direitos Humanos governador Virgílio Távora, no bairro Cristo Redentor. Ao todo, 264 famílias serão beneficiadas com moradia no empreendimento, localizado na Barra do Ceará (Regional I).

O loteamento é uma das etapas para a entrega dos projetos habitacionais conduzidos pelo Município. “Após, o processo de loteamento, na próxima semana, as famílias poderão fazer a vistoria, na qual verificam as condições do imóvel e solicitam a correção de possíveis pendências”, afirma uma das assistentes sociais que acompanham o projeto, Cynthia Caldas.

Mais

O Vila do Mar é um projeto de requalificação urbanística orçado em R$ 140 milhões, que inclui intervenções estruturais e sociais nos bairros Pirambu, Cristo Redentor e Barra do Ceará. Prevê a construção de três lotes de residenciais totalizando 852 unidades habitacionais, das quais 588 já foram entregues, além de contar com ações de regularização fundiária, melhorias habitacionais, urbanização e a requalificação da orla.

O Residencial Vila do Mar III vai beneficiar 504 famílias oriundas de intervenções urbanísticas vinculadas ao Projeto Vila do Mar. Cada apartamento possui dois quartos, sala, cozinha, área de serviço, banheiro e varanda, distribuídos em 49m². A primeira etapa, com 240 apartamentos, foi entregue pelo prefeito Roberto Cláudio em dezembro do ano passado. A Prefeitura investiu R$ 8 milhões de recursos próprios e o restante, no valor de R$ 5,7 milhões, será financiado pela Caixa Econômica Federal.

 

Publicado em Habitação
a imagem mostra uma jangada no mar
Evento tem o objetivo de valorizar as tradições da comunidade pesqueira da região

Como parte do trabalho social desenvolvido junto às famílias beneficiadas pelo projeto de urbanização do Vila do Mar, a Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) promove neste sábado (05/10), no Pirambu, a I Regata Vila do Mar, que reunirá pescadores locais e tem o objetivo de valorizar as tradições da comunidade pesqueira da região.

A atividade deve reunir 20 embarcações entre botes e jangadas, principalmente moradores da colônia de pescadores Z-8, no Pirambu. “Com essa atividade valorizamos os aspectos socioeconômicos e ambientais, sobretudo da pesca artesanal e o resgate de uma forte tradição entre povos que vivem à beira mar”, destaca a titular da Habitafor, Olinda Marques. A Regata Vila do Mar, que também contará com equipes apoio, terá partida e chegada, na Praia dos Pocinhos.

A atividade faz parte do trabalho social desenvolvido pela Prefeitura de Fortaleza, a qual já beneficiou mais de 3 mil famílias, somente naquela área da Cidade. O trabalho é constituído de quatro eixos que abordam a mobilização, organização e fortalecimento social, acompanhamento e gestão social da intervenção, educação ambiental e patrimonial, além do desenvolvimento socioeconômico.

Além do trabalho social desenvolvido na área, a Prefeitura atua no reassentamento de famílias que viviam em área de risco, na entrega do papel da casa e nas ações de melhorias habitacionais.

Serviço
I Regata Vila do Mar
Data: 05/10 (sábado)
Horário: 8h
Local: Praia dos Pocinhos – Avenida Vila do Mar s/n (em frente ao ecoponto)

Publicado em Habitação
Os apartamentos são de dois quartos, sala, cozinha e banheiro
A inspeção focou na parte estrutural dos apartamentos

Equipes da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor) estiveram, na manhã desta quarta-feira (02/10), realizando vistoria na obra do residencial Vila do Mar III. O empreendimento, composto de 264 apartamentos, está vinculado ao projeto de urbanização do Vila do Mar.

A inspeção focou na parte estrutural dos apartamentos, pela qual portas, janelas, piso, escada, coberta e instalações hidrossanitárias foram vistoriados. “Essa foi a segunda visita técnica, sendo que na primeira 48 apartamentos passaram pela vistoria e hoje 72 foram inspecionados. Esse procedimento antecede a vistoria das famílias prevista ainda para este mês”, explica uma das engenheiras da Habitafor, Mariana Sales.

Mais

Empreendimento é a segunda etapa do residencial Vila do Mar III previsto para reassentar famílias do projeto Vila do Mar e que, atualmente, são assistidas pelo Programa de Locação Social. Ao todo, são 504 apartamentos de dois quartos, sala, cozinha e banheiro, dos quais 240 referentes à primeira etapa, o prefeito Roberto Cláudio entregou em dezembro do ano passado. A perspectiva é que as famílias façam a vistoria neste mês e a entrega das chaves ocorra ainda neste semestre.

Publicado em Habitação
Dona Maria Alves mora no Vila do Mar há 46 anos
Com 69 anos, a aposentada afirma que o papel da casa trouxe segurança

A Prefeitura de Fortaleza desenvolve a sua política de habitação baseada em três eixos principais: da construção de moradias, das melhorias habitacionais e da regularização fundiária. Neste último, o Município vem garantindo a posse legal de imóveis a famílias vulneráveis da Cidade de forma gratuita e definitiva. Um exemplo desse trabalho ocorre no Projeto Vila do Mar, onde as primeiras matrículas celebram dois anos de entrega.

Desde 2017, quando a atual Gestão iniciou o processo efetivo de concessão, 2.456 títulos de propriedades foram entregues a moradores daquela região. São pessoas como dona Maria Alves da Silva, que mora há 46 anos no bairro e foi uma das primeiras a receber o benefício. “Para mim foi muito bom, pois eu iria pagar pelo papel que é uma segurança importante, porque essa casa é de herança e eu acho bom morar aqui. É um importante benefício que a Prefeitura trouxe para nós”, ressalta a aposentada de 69 anos.

Previsão de expansão

O trabalho de concessão do Papel da casa a famílias vinculadas ao Projeto Vila do Mar segue e a previsão é de que até o ano que vem, mais 2.300 títulos sejam concedidos. Vale ressaltar que até a entrega do papel, a Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor), percorre um longo caminho que se inicia com o reconhecimento e o estudo da área a ser trabalhada, em geral uma Zona Especial de Interesse Social (ZEIS), além da identificação de lideranças comunitárias para auxiliar no andamento do projeto.

Em seguida, ocorrem reuniões nas quais as famílias beneficiadas esclarecem dúvidas e estabelecem vínculos com as equipes de trabalho. Posterior a essa etapa, começa o cadastro social dos moradores, quando são exigidos documentos necessários para a evolução do processo. Passada a fase de coleta de documentação, é iniciada a catalogação dos imóveis com levantamento físico, medição e localização das residências. Após esse trabalho de campo, o processo segue para o setor jurídico, que reúne as informações, elabora a documentação final e distribui para os cartórios de registro de imóveis parceiros nessa iniciativa. Por fim, é realizada a solenidade de entrega das matrículas dos imóveis.

Além da regularização fundiária, a Prefeitura investe na região com ações de urbanização, melhorias habitacionais e reassentamento de famílias. A política de Regularização Fundiária, desenvolvida pela Prefeitura de Fortaleza, conta com a parceria do Governo do Estado e já beneficiou 12.980 famílias na Capital.

Publicado em Habitação
A ação ocorreu no Centro de Cidadania Governador Virgílio Távora
As famílias são vinculadas ao projeto de urbanização do Vila do Mar

A Prefeitura de Fortaleza realizou, na manhã desta quarta-feira (25/09), por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor), o loteamento de mais nove famílias vinculadas ao Projeto Vila do Mar, no Pirambu (Regional I). Esse procedimento integra o processo de reassentamento de 43 famílias beneficiadas pelo projeto urbanização daquela área.

As famílias receberão novas moradias no residencial Cidade Jardim 2, módulo 1. "Trinta e duas famílias já foram loteadas e fizeram vistoria. A ação de hoje loteou outras nove que tiveram seus cadastros aprovados pelo agente financeiro. Agora apenas duas aguardam resultado do banco", explicou a assistente social da Coordenadoria de Programas Sociais da Habitafor, Tercia Araújo.

Mais

Além do reassentamento dessas famílias, outras 240 receberam moradias no final do ano passado, na entrega da primeira etapa do residencial Vila do Mar III, e mais 264 apartamentos da segunda etapa estão em fase final de construção.

As intervenções na área do Vila do Mar também já proporcionaram a entrega de mais de 2.000 papéis da casa, garantindo a segurança patrimonial das famílias, além de cerca de 1.000 melhorias habitacionais com a instalação de kits sanitários (chuveiro, lavatório, vaso e piso) e o acesso à rede de saneamento básico.

O projeto também prevê a urbanização da orla do Vila do Mar, desde a Av. José Lima Verde (Praça do Marco Zero) até a Areninha do Pirambu, que possui aproximadamente, 5,2Km. Destes, 4,6km já foram concluídos e entregues, o que corresponde a 88% de todo o trecho. A previsão de conclusão total dos trabalhos é o fim do primeiro semestre de 2020. O valor do investimento referente às obras de urbanização é de aproximadamente R$ 120 milhões.

Publicado em Habitação
Cidadã utilizando o Ecoponto
O novo equipamento oferece o benefício do Recicla Fortaleza

O Prefeito Roberto Cláudio inaugura, nesta sexta-feira (26/07), às 10h30, no Vila do Mar, o 62º Ecoponto de Fortaleza, implantado no bairro Cristo Redentor (Regional I). Antes, o terreno era utilizado para o descarte irregular de lixo e restos de construção, mas, a partir de agora, o novo equipamento, que é o segundo implantado na Regional I neste ano, oferece o benefício do Recicla Fortaleza, que gera descontos na conta de energia à população do bairro e adjacências pela troca de resíduos sólidos recicláveis. Com a inciativa, a gestão municipal amplia o sistema de reciclagem na região, que já conta também com o Ecopolo Leste-Oeste, que gera renda para os carroceiros a partir do descarte de entulhos.

Com o objetivo de tornar Fortaleza mais consciente quanto ao descarte correto de recicláveis e resíduos sólidos, este é o 12º Ecoponto implantado na Regional I, que conta com outros instalados nos bairros Barra do Ceará, Vila Velha, Carlito Pamplona, Pirambu, Jacarecanga, Cristo Redentor, Vila do Mar, Bairro Ellery e Álvaro Weyne. O equipamento foi concebido a partir de uma parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (AcFor) e a Secretaria Municipal de Conservação e Serviços Públicos (SCSP).

Assim como os demais, o novo Ecoponto é um local adequado para o recebimento de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. É lá onde a população, ao levar a conta de energia, pode ter acesso ao benefício do Programa Recicla Fortaleza, que gera desconto na conta de energia pela troca de resíduos recicláveis

Todos os Ecopontos contam com caçambas para coleta e estrutura administrativa de trabalho para as equipes de limpeza urbana, fiscalização e monitoramento. Os locais oferecem espaço adequado para o descarte correto de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais. O funcionamento é de segunda-feira a sábado, sempre de 8h às 12h e de 14h às 17h.

Com o novo equipamento, Fortaleza conta agora com 62 Ecopontos na cidade, beneficiando todas as Regionais. Até o final da gestão do prefeito Roberto Cláudio, a expectativa é que Fortaleza conte com um Ecoponto em cada bairro, incentivando cada vez mais o comportamento sustentável.

Ecopolo Leste-Oeste
Com o objetivo de envolver a população, como projeto-piloto da Prefeitura de Fortaleza, o Ecopolo Leste-Oeste gera benefícios pelo programa Recicla Fortaleza, além de renda para os carroceiros com o sistema E-Carroceiro, incentivando assim um comportamento cada vez mais sustentável na cidade, tendo sido implantado em agosto de 2017.

Dessa forma, os carroceiros são cadastrados para o descarte de entulhos nos quatro Ecopontos instalados na área do Ecopolo Leste-Oeste e são remunerados. O funcionamento é simples. O carroceiro leva o entulho a um dos quatro Ecopontos do projeto e o material é pesado. Após a pesagem, é repassado o crédito ao carroceiro, por meio de um cartão com moeda social, podendo ser utilizado no comércio da região.

No projeto do Ecopolo Leste-Oeste, a área de atendimento fica compreendida desde a Rua Jacinto Matos até a Avenida Pasteur. Naquele entorno, foram implantados, dentre outros benefícios, 12 lixeiras subterrâneas, quatro Ecopontos, 1,5 km de ciclofaixa, novas faixas para pedestres, sinalização e gradis no canteiro central.

Serviço
Inauguração do Ecoponto Vila do Mar II
Data: 26/07 (sexta-feira)
Horário: 10h30
Endereço: Rua Francisco Calaça, esquina com a Rua Santa Elisa – Cristo Redentor

Publicado em Meio ambiente

O prefeito Roberto Cláudio e a secretária do Desenvolvimento Habitacional de Fortaleza (Habitafor), Olinda Marques, entregam, no próximo sábado (22/12), 600 papéis da casa e 497 melhorias habitacionais na área do grande Pirambu.

O evento ocorrerá, a partir das 9h30, com a visita do Prefeito à obra de urbanização do Vila do Mar e às casas que receberam melhorias. Além disso, serão entregues oos títulos de propriedade a moradores da região.

Serviço
 Entrega de papeis da casa e melhorias habitacionais no Pirambu
Data: 22/12 (sábado)
Hora:
 9h30
Local: Avenida Vila do Mar com Av. Pasteur, em frente à Vila dos Pescadores.

Publicado em Habitação
Os apartamentos são de 49 m²
Futuros moradores foram convidados para iniciar o processo de arborização

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Habitacional (Habitafor), realizará neste sábado (17/11), a partir das 9h, uma ação de plantio de mudas, com a participação dos futuros beneficiários do Residencial Vila do Mar III, na Avenida Francisco Sá.

As 100 mudas de plantas diversas foram adquiridas no Horto Municipal. Os futuros moradores foram convidados para iniciar o processo de arborização no residencial que tem previsão de entrega das primeiras 240 unidades para o próximo mês. “Serão plantas ornamentais de pequeno porte para as entradas de bloco e plantas que fazem sombra para áreas mais abertas”, explica Mara Rubia Maia, uma das coordenadoras do Projeto Vila do Mar.

A ação faz parte do trabalho social realizado pela Empresa Pec Polar, que acompanha os beneficiários do Projeto Vila do Mar, no pré e pós-moradia, promovendo atividades de educação, meio ambiente, qualificação profissional e também de orientação sobre a gestão coletiva dos empreendimentos.

Saiba mais
O Residencial Vila do Mar III vai beneficiar 504 famílias oriundas do Projeto. Cada apartamento possui dois quartos, sala, cozinha, área de serviço, banheiro e varanda, distribuídos em 49m². Na primeira parte do projeto, correspondente a construção de 240 apartamentos, a Prefeitura investiu R$ 8 milhões de recursos próprios. O restante será finalizado por meio de financiamento da Caixa Econômica Federal, no valor de R$ 5,7 milhões.

Publicado em Habitação
Página 1 de 2