A Ciclofaixa de Lazer disponibiliza, neste domingo (26/03), três rotas para os ciclistas pedalarem no horário de 6h às 12h. O tradicional evento da Prefeitura de Fortaleza oferece ainda quatro pontos de apoio e suporte de equipes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

No ponto de apoio da Cidade da Criança, no Centro, toda a família poderá aproveitar brincadeiras que ensinam sobre uma melhor convivência no trânsito, como o Minicircuito de Bike Infantil, que simula a sinalização de trânsito e disponibiliza as bicicletas do Mini Bicicletar. Também haverá distribuição de plaquinhas que incentivam o respeito aos ciclistas. As atividades terão início a partir de 8h.

O SAMU estará presente com bases montadas nos pontos de apoio do Parque Rachel de Queiroz, no bairro Presidente Kennedy, Cidade da Criança e Anfiteatro do Parque do Cocó, no Cocó. Os usuários de bike terão acesso a serviços básicos como aferição de pressão arterial, teste de glicemia e, em caso de necessidade, atendimento de primeiros socorros.

Já a Secretaria do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) fará a entrega de 50 mudas medicinais e ornamentais. A ação será realizada no Parque do Cocó a partir de 8h. Entre as espécies disponíveis, os frequentadores poderão escolher entre minilacre, pingo de ouro, jacarandá mimoso e ipês rosa.

Rota leste

A rota leste sairá do início da ciclovia da Avenida Washington Soares em direção ao ponto de apoio da Cidade da Criança, passando pelo ponto de apoio do Anfiteatro do Parque do Cocó. O percurso seguirá pela Av. Sebastião de Abreu até a Rua Andrade Furtado, seguindo pela Av. Padre Antônio Tomás, Av. Senador Virgílio Távora, Av. Antônio Justa, Av. Abolição, Av. Beira-Mar (podendo acessar pela ciclovia paisagística para o Mercado dos Peixes), Av. Historiador Raimundo Girão, seguir para a Rua Carlos Vasconcelos até a Rua Pinto Madeira seguindo até a Cidade da Criança.

Rota oeste

A rota oeste vai ligar o ponto de apoio do Parque Rachel de Queiroz, no bairro Presidente Kennedy, à Cidade da Criança e à Av. Beira-Mar. O circuito passará pela Rua Braz de Francesco, Av. Bezerra de Menezes, Rua Justiniano de Serpa, Av. Domingos Olímpio, onde poderá se conectar com a rota sul, pela Rua General Sampaio, seguindo pela Rua Pedro Pereira até a Cidade da Criança ou seguir até a Rua Carlos Vasconcelos em direção à Av. Beira-Mar (ciclovia paisagística), onde se conectará com a rota leste, em direção à Cidade da Criança ou ao Parque do Cocó.

Rota sul

A rota sul vai ligar o ponto de apoio da Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no bairro Montese, à Cidade da Criança. O percurso partirá da Av. Professor Gomes de Matos, Rua Jorge Dumar, Av. Eduardo Girão, Av. da Universidade, seguir pela Av. Domingos Olímpio (podendo se conectar com a rota oeste, em direção a Av. Beira-Mar - ciclovia paisagística - pela Rua Carlos Vasconcelos) até a Rua Solon Pinheiro, seguindo para a Cidade da Criança e se conectando à rota leste em direção a Av. Beira-Mar e ou ao Parque do Cocó.

Publicado em Mobilidade

A Ciclofaixa de Lazer levará diversas ações educativas para o ponto de apoio aos ciclistas localizado no Parque Rachel de Queiroz, no bairro Presidente Kennedy, neste domingo (19/03). Um dos destaques será a distribuição das plaquinhas que incentivam o respeito aos ciclistas. Como ocorre semanalmente, o tradicional evento da Prefeitura de Fortaleza disponibilizará ainda três opções de rotas de 6h às 12h para pedalar pela Capital.

O Parque Rachel de Queiroz receberá as atividades promovidas por agentes e educadores da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) a partir de 8h. Além da distribuição de plaquinhas, o espaço receberá ações para a garotada, como o jogo gigante de tabuleiro do trânsito. Também será montado o Minicircuito de Bike Infantil, atividade consolidada no evento ciclístico que simula a sinalização das vias urbanas e estimula o respeito às normas de circulação.

Apoio aos ciclistas

O evento ciclístico possui ainda outros três pontos de apoio: o Anfiteatro do Parque do Cocó, no Cocó; a Igreja Nossa Senhora Aparecida, no Montese; e a Cidade da Criança, no Centro.

Em vários trechos das rotas sul, leste e oeste, agentes da AMC, da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e da Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) proporcionam mais segurança viária aos ciclistas.

Rota leste

A rota leste sairá do início da ciclovia da Avenida Washington Soares em direção à Cidade da Criança, passando pelo ponto de apoio do Anfiteatro do Parque do Cocó. O percurso seguirá pela Av. Sebastião de Abreu até a Rua Andrade Furtado, seguindo pela Av. Padre Antônio Tomás, Av. Senador Virgílio Távora, Av. Antônio Justa, Av. Abolição, Av. Beira-Mar (podendo acessar pela ciclovia paisagística para o Mercado dos Peixes), Av. Historiador Raimundo Girão, seguir para a Rua Carlos Vasconcelos até a Rua Pinto Madeira seguindo até a Cidade da Criança.

Rota oeste

A rota oeste vai ligar o Parque Rachel de Queiroz, no bairro Presidente Kennedy, à Cidade da Criança e à Av. Beira-Mar. O circuito passará pela Rua Braz de Francesco, Av. Bezerra de Menezes, Rua Justiniano de Serpa, Av. Domingos Olímpio, onde poderá se conectar com a rota sul, pela Rua General Sampaio, seguindo pela Rua Pedro Pereira até a Cidade da Criança ou seguir até a Rua Carlos Vasconcelos em direção à Av. Beira-Mar (ciclovia paisagística), onde se conectará com a rota leste, em direção à Cidade da Criança ou ao Parque do Cocó.

Rota sul

A rota sul vai ligar a Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no bairro Montese, à Cidade da Criança. O percurso partirá da Av. Professor Gomes de Matos, Rua Jorge Dumar, Av. Eduardo Girão, Av. da Universidade, seguir pela Av. Domingos Olímpio (podendo se conectar com a rota oeste, em direção a Av. Beira-Mar - ciclovia paisagística - pela Rua Carlos Vasconcelos) até a Rua Solon Pinheiro, seguindo para a Cidade da Criança e se conectando à rota leste em direção a Av. Beira-Mar e ou ao Parque do Cocó.

Publicado em Mobilidade

A Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) passam a realizar deslocamentos com grupo de entidades e organizações interessadas em participar do projeto Bike sem Barreiras, que terá mais uma edição neste sábado (11/03). O projeto é voltado para pessoas com deficiência, mobilidade reduzida ou autismo e desenvolvido quinzenalmente aos sábados pela Prefeitura de Fortaleza em parceria com a Uninassau.

O procedimento é simples. Basta o representante da organização ou entidade contatar a Gerência de Gestão Cicloviária da AMC através do e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. informando a quantidade de pessoas, endereço de origem do deslocamento, número de responsáveis pelo grupo, contato e data pretendida. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (85) 3488-3201.

Já os demais usuários que desejam participar do projeto devem comparecer, de 8h às 12h, na tenda da iniciativa localizada ao lado do Centro Cultural Belchior e em frente ao Praia Acessível. Sem necessidade de agendamento prévio, é necessário apresentar um documento de identificação com foto.

Feita a inscrição, o usuário vai utilizar um dos modelos de bike adaptada para realizar passeio em trecho da orla.

A bicicleta dupla é um dos modelos disponíveis e pode ser pedalada por duas pessoas, uma pessoa com deficiência visual e pelo monitor ou acompanhante do usuário. Já a “the duet” é uma bike composta por uma cadeira de rodas no lugar da roda dianteira. O terceiro modelo é a “handbike”, um triciclo adaptado para ser pedalado com as mãos.

O beneficiado ainda contará com o auxílio no percurso de um profissional ou acadêmico do curso de Fisioterapia da Uninassau.

 

Publicado em Mobilidade

Com o objetivo de facilitar o atendimento ao público de transporte coletivo, a Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) descentraliza o atendimento com seis locais da Cidade. Em 2022, foram atendidas mais de 126 mil usuários para solicitação dos cartões de transporte. Em 2023, somente em janeiro, foram atendidas cerca de 10 mil usuários.

Os pedidos de carteiras estudantis são um dos serviços mais demandados, mas é possível agendar o atendimento presencial para solicitar outros serviços como o Bilhete Único, Cartão do Idoso, Bilhetinho, Cartão Gratuidade para Pessoa com Deficiência. Para agendar, acesse o site da Etufor e confira a documentação necessária para solicitar os referidos cartões no Catálogo de Serviços do portal.

Os locais de atendimento ficam situados na sede da Etufor, Shopping RioMar Kennedy, Shopping Aldeota, Vapt-Vupt Messejana e Antônio Bezerra, e Central da Cidadania na Câmara Municipal de Fortaleza. “Uma das vantagens do atendimento presencial é, por exemplo, que os alunos que solicitam a carteira estudantil podem pedir e concluir todo o processo no ato do atendimento” ressalta Ivanderly Carvalho, coordenadora de atendimento ao estudante. É possível fazer a solicitação de 1ª e 2ª via de carteiras, emissão de boletos, biometria facial nos locais supracitados. O atendimento on-line permanece ativo na plataforma da Identidade Estudantil.

Para David Bezerra, presidente da Etufor, o atendimento em outros locais facilita para que o usuário do transporte público tenha acesso aos serviços do transporte. “É importante oferecer a possibilidade de o passageiro solicitar os cartões de transporte de forma ágil e com comodidade”, considera.

Publicado em Mobilidade

A Ciclofaixa de Lazer é o tradicional evento ciclístico que a Prefeitura de Fortaleza entrega à população semanalmente. Na edição deste domingo (14/08), além das três opções de rotas disponíveis de 6h às 12h para pedalar pela Capital, toda a família poderá aproveitar as ações educativas que serão levadas ao Parque Rachel de Queiroz, no bairro Presidente Kennedy.

Uma equipe de agentes e educadores da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) vai distribuir plaquinhas que incentivam o respeito aos usuários do modal a partir de 8h. As crianças também têm vez com a versão infantil dos itens.

Além disso, a garotada poderá aproveitar o jogo gigante de tabuleiro do trânsito e o Minicircuito de Bike Infantil, atividade consolidada no evento que simula a sinalização das vias urbanas e estimula o respeito às normas de circulação. A ação contará com as bicicletas do Mini Bicicletar, oferecidas pela Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP).

Já no Parque do Cocó, no Cocó, uma equipe da Secretaria do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) fará a entrega de 50 mudas medicinais e ornamentais. Entre as espécies disponíveis, os frequentadores poderão escolher entre citronela, boldo e assistácia, por exemplo.

Apoio ao ciclistas

A Ciclofaixa de Lazer contará com o apoio – ao longo das rotas sul, leste e oeste – de agentes da AMC, da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e da Guarda Municipal de Fortaleza para proporcionar mais segurança aos participantes. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também prestará suporte.
Além do Parque Rachel de Queiroz e do Parque do Cocó, os ciclistas também contam com os pontos de apoio da Cidade da Criança, no Centro, e da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no Montese.

Rota leste

A rota leste sairá do início da ciclovia da Avenida Washington Soares em direção à Cidade da Criança, passando pelo ponto de apoio do Anfiteatro do Parque do Cocó. O percurso seguirá pela Av. Sebastião de Abreu até a Rua Andrade Furtado, seguindo pela Av. Padre Antônio Tomás, Av. Senador Virgílio Távora, Av. Antônio Justa, Av. Abolição, Av. Beira-Mar (podendo acessar pela ciclovia paisagística para o Mercado dos Peixes), Av. Historiador Raimundo Girão, seguir para a Rua Carlos Vasconcelos até a Rua Pinto Madeira seguindo até a Cidade da Criança.

Rota oeste

A rota oeste vai ligar o Parque Rachel de Queiroz, no bairro Presidente Kennedy, à Cidade da Criança e à Av. Beira-Mar. O circuito passará pela Rua Braz de Francesco, Av. Bezerra de Menezes, Rua Justiniano de Serpa, Av. Domingos Olímpio, onde poderá se conectar com a rota sul, pela Rua General Sampaio, seguindo pela Rua Pedro Pereira até a Cidade da Criança ou seguir até a Rua Carlos Vasconcelos em direção à Av. Beira-Mar (ciclovia paisagística), onde se conectará com a rota leste, em direção à Cidade da Criança ou ao Parque do Cocó.

Rota sul

A rota sul vai ligar a Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no bairro Montese, à Cidade da Criança. O percurso partirá da Av. Professor Gomes de Matos, Rua Jorge Dumar, Av. Eduardo Girão, Av. da Universidade, seguir pela Av. Domingos Olímpio (podendo se conectar com a rota oeste, em direção a Av. Beira-Mar - ciclovia paisagística - pela Rua Carlos Vasconcelos) até a Rua Solon Pinheiro, seguindo para a Cidade da Criança e se conectando à rota leste em direção a Av. Beira-Mar e ou ao Parque do Cocó.

Publicado em Mobilidade

Desenvolvida há mais de oito anos pela Prefeitura de Fortaleza, a Ciclofaixa de Lazer volta a oferecer três rotas para incentivar o uso do modal ciclístico como meio de deslocamento e diversão na cidade neste domingo (08/01). Ao todo, os ciclistas podem usufruir de 26 km de percurso e quatro pontos de apoio com o suporte de agentes da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) e Guarda Municipal de Fortaleza.

As atividades educativas vão se concentrar no ponto de apoio localizado na Cidade da Criança, no Centro, a partir de 8h. Educadores da AMC vão distribuir plaquinhas para bicicleta. A criançada, por sua vez, aprenderá sobre as regras de circulação no Jogo de Tabuleiro Gigante do Trânsito e o Minicircuito de Bike Infantil, que contará com as bicicletas do Mini Bicicletar, oferecidas pela Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP).

Já na Igreja Nossa Senhora Aparecida, ponto de apoio do bairro Montese, uma equipe da Secretaria do Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) fará a entrega de 50 mudas medicinais e ornamentais. Entre as espécies disponíveis, os frequentadores poderão escolher entre citronela, boldo e assistácia, por exemplo.

A Ciclofaixa de Lazer terá ainda o Anfiteatro do Parque do Cocó, no Cocó, e o Parque Rachel de Queiroz, no bairro Presidente Kennedy, como pontos de apoio. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também prestará suporte aos ciclistas nos percursos.

Rota leste

A rota leste sairá do início da ciclovia da Avenida Washington Soares em direção à Cidade da Criança, passando pelo ponto de apoio do Anfiteatro do Parque do Cocó. O percurso seguirá pela Av. Sebastião de Abreu até a Rua Andrade Furtado, seguindo pela Av. Padre Antônio Tomás, Av. Senador Virgílio Távora, Av. Antônio Justa, Av. Abolição, Av. Beira-Mar (podendo acessar pela ciclovia paisagística para o Mercado dos Peixes), Av. Historiador Raimundo Girão, seguir para a Rua Carlos Vasconcelos até a Rua Pinto Madeira seguindo até a Cidade da Criança.

Rota oeste

A rota oeste vai ligar o Parque Rachel de Queiroz, no bairro Presidente Kennedy, à Cidade da Criança e à Av. Beira-Mar. O circuito passará pela Rua Braz de Francesco, Av. Bezerra de Menezes, Rua Justiniano de Serpa, Av. Domingos Olímpio, onde poderá se conectar com a rota sul, pela Rua General Sampaio, seguindo pela Rua Pedro Pereira até a Cidade da Criança ou seguir até a Rua Carlos Vasconcelos em direção à Av. Beira-Mar (ciclovia paisagística), onde se conectará com a rota leste, em direção à Cidade da Criança ou ao Parque do Cocó.

Rota sul

A rota sul vai ligar a Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no bairro Montese, à Cidade da Criança. O percurso partirá da Av. Professor Gomes de Matos, Rua Jorge Dumar, Av. Eduardo Girão, Av. da Universidade, seguir pela Av. Domingos Olímpio (podendo se conectar com a rota oeste, em direção a Av. Beira-Mar - ciclovia paisagística - pela Rua Carlos Vasconcelos) até a Rua Solon Pinheiro, seguindo para a Cidade da Criança e se conectando à rota leste em direção a Av. Beira-Mar e ou ao Parque do Cocó.

Publicado em Mobilidade

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) inicia, nesta quinta-feira (05/01), o processo de solicitação de carteiras estudantis 2023. O estudante deve seguir os seguintes passos: solicitação da carteira, envio ou entrega da documentação necessária, cadastro da biometria facial e confirmação de matrícula pela instituição de ensino. Em 2022, o número de solicitações chegou a aproximadamente 285 mil carteiras estudantis. O documento tem validade até abril do corrente ano.

Solicitação

Os estudantes podem solicitar o documento de forma on-line pela plataforma Identidade Estudantil.

Para atendimento presencial, é necessário agendar pelo site da Etufor e escolher um dos seis postos de atendimento da Etufor
- Sede da Etufor  (Avenida dos Expedicionários, 5677 - Vila União)
- Shopping RioMar Kennedy
- Shopping Aldeota
- Vapt Vupt Messejana e Antônio Bezerra
- Central da Cidadania na Câmara Municipal de Fortaleza

Alunos novatos
Os alunos novatos da rede pública e privada devem solicitar o documento de forma online ou presencial.

Alunos veteranos
A carteira dos alunos veteranos das escolas públicas municipais e estaduais será requisitada pela direção das instituições, que se responsabilizam pela solicitação da gratuidade. Já os alunos da rede particular devem solicitar e pagar a taxa de confecção. O boleto pode ser impresso pela internet e pago em qualquer instituição financeira e aplicativos.

Os alunos veteranos, ou seja, que já possuíram carteira de estudante da rede particular de escolas e universidades, e continuam na mesma instituição de ensino, devem apenas imprimir o boleto pelo site. Caso o aluno tenha mudado de escola ou universidade, deve solicitar a confirmação de matrícula na sua instituição de ensino atual (procedimento realizado pelo representante cadastrado junto à Etufor) para que sejam atualizados seus dados escolares e, assim, imprimir seu boleto com os dados atualizados. Ambos devem acessar o Catálogo de Serviços.

Todos os alunos que forem bolsistas do Programa Universidade para Todos (Prouni) ou que estudem nas universidades públicas, veteranos ou novatos, devem solicitar a gratuidade para obter a carteira de estudante de 2023, por meio da plataforma Identidade Estudantil ou presencial. Os estudantes contemplados com bolsas do Prouni devem apresentar a declaração com essa informação.

Documentação
A documentação, tanto para alunos da rede pública quanto para a rede particular, inclui RG, CPF, declaração de matrícula e comprovante de endereço atualizados.

Biometria
A biometria pode ser realizada on-line ou de modo presencial. Caso o aluno já tenha efetuado a biometria facial, não é preciso repetir o procedimento. Porém, é necessário reforçar que, caso a biometria tenha sido realizada antes de 2020 ou haja alguma mudança nas características faciais do estudante, ele pode atualizar a biometria para que não haja bloqueios por incompatibilidade da imagem nos validadores. A biometria é a forma de identificação nos validadores dos ônibus para evitar fraudes.

Confirmação da matrícula
Após realizados os pedidos, os alunos devem acompanhar a solicitação pelo site. Em seguida, devem pedir à instituição para confirmar a matrícula no site da Etufor e aguardar o processo de confecção para receber os documentos em suas instituições de ensino ou nos Diretórios Centrais dos Estudantes (DCEs), no caso das universidades.

Benefícios
Além de garantir a meia passagem no transporte coletivo e a meia cultural, a identidade estudantil garante a integração, pois o documento possui a função de Bilhete Único no mesmo cartão. Com isso, o aluno pode usufruir da integração, no intervalo de duas horas, pagando apenas uma tarifa. Outra vantagem é a utilização gratuita dos sistemas Bicicletar.

Publicado em Mobilidade

A Prefeitura de Fortaleza realiza, nesta sexta-feira (25/11), ações educativas para conscientização sobre segurança e o respeito entre os frequentadores dos terminais de integração. A mobilização acontece durante todo o dia, por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) e da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor).

Pela manhã, a Etufor promove ações de sensibilização dos passageiros e motoristas sobre direitos dos idosos no Terminal de Messejana, entre 7h e 9h30.A mensagem “Respeitar os idosos é respeitar a vida” é divulgada pelo personagem João Genuíno em formato de esquete teatral e material informativo junto aos usuários nas filas.

A atividade conta com a participação das entidades que integram o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa (CMDPI) e já foi realizada nos terminais Antônio Bezerra, Parangaba e Papicu. Entre as orientações, tem-se o respeito aos assentos dos veículos que devem ser cedidos aos idosos bem como a prioridade nas filas preferenciais nos terminais.
Já no período da tarde, a partir das 14h, a AMC realiza ação educativa para orientar quanto à travessia segura dos usuários de ônibus nos terminais de integração. A mobilização acontece no Terminal da Parangaba. O objetivo é promover uma maior conscientização durante o embarque e desembarque, além de incentivar a utilização e o respeito à faixa de pedestres.

Na oportunidade, agentes e educadores de trânsito vão distribuir material informativo e dialogar com os passageiros sobre os seus deslocamentos diários. "Enquanto poder público precisamos fazer a nossa parte de educar e alertar os cidadãos para mais segurança no seu ir e vir. Diante da correria cotidiana, muitos esquecem do mais importante: proteger a própria vida. É por isso que estamos aqui, lembrando da importância de um comportamento prudente, seja enquanto pedestre ou motorista", reforça André Luís Barcelos, gerente de Educação para o Trânsito da AMC.

Segurança no trânsito

Nos últimos dez anos, o índice de mortes no trânsito apresentou queda de 61% em Fortaleza. No período de janeiro a outubro de 2012, foram registrados 312 óbitos nas vias da Capital. Já no mesmo período de 2022, o número diminuiu para 123. Os pedestres ainda são as principais vítimas, atrás apenas dos motociclistas.

Publicado em Mobilidade

A Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor) reforçará a frota de ônibus para garantir o acesso dos estudantes à prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), que ocorrerá neste domingo (20/11). A ampliação será realizada neste dia com 30 coletivos extras, além da frota operante. 

Os veículos estarão distribuídos nos terminais de integração, das 10h às 20 horas. Serão adicionados quatro ônibus no Papicu, seis na Parangaba, cinco no  Antônio Bezerra, quatro no Siqueira, cinco em Messejana, três no Lagoa e três no Conjunto Ceará.

Os passageiros pagarão a Tarifa Social, com passagem inteira no valor de R$ 3,30 e meia entrada estudantil no valor de R$ 1,50.

Operação de trânsito

Além do reforço da frota de ônibus, haverá ainda uma operação especial de tráfego para garantir a segurança dos estudantes que vão se deslocar aos locais do exame.

Agentes e operadores de tráfego circularão em viaturas pela cidade, com foco no monitoramento dos locais de prova com maior movimentação. Serão disponibilizados seis veículos e 12 agentes.

Câmeras de videomonitoramento também auxiliarão nos trabalhos com a atuação de técnicos e engenheiros da Central da Mobilidade para Preservação de Vidas no Trânsito. Para agilizar os deslocamentos, o tempo semafórico será ajustado nos corredores mais movimentados.

O atendimento a ocorrências de trânsito pode ser solicitado pela população por meio do 190, da Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops).

 

Publicado em Mobilidade

Há um ano, Delfina Mesquita, senhora aposentada por invalidez, recebia seu Bilhete Único Especial destinado a pessoas com mobilidade reduzida não-aparente. Ela, que teve câncer de mama e utiliza o transporte público de Fortaleza, ganhou a partir dali o direito de embarcar e desembarcar pela porta dianteira dos ônibus da Capital. De lá para cá, a Prefeitura de Fortaleza já emitiu, por meio da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), 86 cartões para usuários com a mesma condição de mobilidade de Delfina.

A iniciativa, implementada no transporte coletivo de Fortaleza por meio da Portaria Nº 105 de 06 de novembro de 2019, da Etufor, tem o objetivo de facilitar o deslocamento do usuário dentro do transporte público por meio da utilização de um Bilhete Único Especial, que traz a identificação de mobilidade reduzida impressa já no cartão. Segundo David Bezerra, presidente da Etufor, a garantia deste direito possibilita que o cidadão exerça o seu direito de ir e vir sem constrangimentos. “Pode ser constrangedor explicar às pessoas as dificuldades pelas quais o usuário passa. O cartão, desta maneira, já identifica a mobilidade reduzida e garante um direito essencial para o passageiro", afirma. Além disso, por meio do cartão, o passageiro pode utilizar as cadeiras preferenciais, as filas prioritárias nos terminais de integração, bem como o embarque e desembarque prioritário pela porta dianteira.

Delfina, que foi a primeira pessoa beneficiada com o cartão, corrobora com o presidente da Etufor. Para ela, é um reconhecimento de um direito e a garantia para realizar o embarque e o desembarque pela porta dianteira de maneira segura. “A maior importância deste cartão é de auxiliar na identificação das dificuldades não aparentes. Com o uso do bilhete, facilita nosso deslocamento no interior dos ônibus, temos a prioridade da área dianteira do veículo e o uso do assento prioritário, bem como evita a exposição pessoal”, explica.

Como solicitar
Quem deseja solicitar o Bilhete Único para pessoa com mobilidade reduzida não-aparente deve realizar agendamento direto pelo site da Etufor. É importante que o requerente apresente os seguintes documentos: RG, CPF, comprovante de endereço e laudo médico, este último é fundamental para a comprovação da condição de mobilidade reduzida não-aparente. É importante frisar que as pessoas devem dirigir-se à Etufor para receber o cartão após o deferimento do mesmo que ocorre após cinco a dez dias. Pessoas com fibromialgia, hérnias de disco, mulheres mastectomizadas ou com câncer, portadores de deficiência, pouca acuidade visual ou patologias ortopédicas que não podem ficar muito tempo em pé, são alguns dos casos que podem solicitar o benefício. 

Com o recebimento do Bilhete Único Especial o passageiro terá o direito de embarcar e desembarcar pela porta dianteira do ônibus. No entanto, o cartão não dá gratuidade da passagem, devendo o usuário apresentá-lo no validador do veículo ou nos terminais para registrar a biometria e o débito da passagem.

Segundo Naudilene Galvão, assistente técnica da Divisão de Acessibilidade, Sustentabilidade e Inclusão Social da Etufor, o Bilhete Único Especial tem sido bem aceito pelos passageiros e demonstrado sua eficácia. “Temos observado que o benefício tem sido utilizado até nas filas de bancos e outros estabelecimentos em que estas pessoas precisam transitar. Soubemos que já utilizaram até em outros municípios”, avalia.

Publicado em Mobilidade