O ministrante do curso, Ivo Lopes Araujo, de perfil com sua longa barba esbranquiçada; ao fundo, a imagem de uma lente de câmera fotográfica. Abaixo da lente, o texto diz

A Vila das Artes abre vagas, por meio da Escola Pública de Audiovisual, para o curso gratuito “Direção de Fotografia: do Roteiro à Primeira Exibição”, com Ivo Lopes Araujo. São, ao todo, 25 vagas. As aulas ocorrem de 23 a 27 de setembro, das 9h às 13h. Inscrições devem ser realizadas online até 18/09.

Clique aqui para se inscrever.

A atividade se propõe a mapear detalhadamente os procedimentos e as possibilidades técnicas que o diretor de fotografia dispõe para o desenvolvimento de seu trabalho na criação do universo imagético de um filme. “A ideia é pensar os filmes a partir de dois extremos; filmes menores com equipes reduzidíssimas e filmes de maior orçamento com equipes maiores e grande elenco, passando por filmes intermediários que misturam características dessas duas formas de produção”, explica Ivo.

A Vila das Artes é um equipamento da Prefeitura de Fortaleza, coordenado pela Secretaria Municipal da Cultura de Fortaleza (Secultfor) em parceria com o Instituto Cultural Iracema.

Sobre o ministrante
Ivo Lopes Araujo nasceu em Fortaleza em 1977. Formou-se em cinema na Universidade Estácio de Sá, Rio de Janeiro, onde realizou seus primeiros trabalhos como Diretor e Diretor de Fotografia. É sócio-fundador do Alumbramento, produtora de destaque no cenário nacional com mais de 40 filmes produzidos entre curtas, longas e médias metragens. Assina a fotografia de mais de 30 filmes de destaque nacional e internacional, como “Tatuagem”, de Hilton Lacerda (19 prêmios em festivais brasileiros), "Av. Brasília Formosa", de Gabriel Mascaro (Rotterdam Film Festival 2010), e “A Falta Que Me Faz”, de Marília Rocha (Rotterdam Film Festival 2010).

Serviço
Curso “Direção de Fotografia: do Roteiro à primeira exibição”, com Ivo Lopes Araujo
Inscrições: até 18/09
Vagas: 25
Resultado: 20/09
Realização: Segunda a sexta-feira (23 a 27/09)
Hora: das 9h às 13h
Local: Vila das Artes (Rua 24 de Maio, nº 1221 – Centro)
Gratuito

Publicado em Cultura
Peça gráfica

O Núcleo de Produção Digital da Escola Pública de Audiovisual da Vila das Artes abre as inscrições para o curso “Direção de Fotografia – A Iluminação e a Cor”, com o premiado diretor de Fotografia, Alziro Barbosa. As inscrições seguem desta quarta-feira (18/07) até o dia 01 de agosto e podem ser realizadas por meio da ficha de inscrição online. A Vila das Artes é um equipamento público da Prefeitura de Fortaleza e todas as suas atividades são gratuitas.

As aulas ocorrerão na Vila das Artes, nos dias 06 e 07 de agosto, das 9h às 18h e no dia 08 de agosto, das 9h às 13h, totalizando 20h de curso. Serão 25 vagas para o público-alvo, composto por técnicos de televisão, camera-man, iluminadores, diretores de fotografia, assistentes, fotógrafos e cineastas. A proposta do curso é trabalhar os aspectos teóricos e práticos dos conceitos estruturais da imagem, da luz e da cor, dentro do contexto da direção de fotografia.

O facilitador Alziro Barbosa é diretor de Fotografia, com graduação e mestrado em uma das mais importantes faculdades de Direção de Fotografia do mundo, o Instituto de Cinema Russo - VGIK (1988 a 1994). Atua no mercado brasileiro desde 1995, realizando longas metragens, comerciais, séries para a TV, documentários e curtas. Alziro foi premiado em diversos festivais nacionais e internacionais e tem quatro prêmios de melhor Direção de Fotografia pela Associação Brasileira de Cinematografia (ABC).

Serviço
Inscrições para o curso Direção de Fotografia – A Iluminação e a Cor
Ficha de Inscrição
Período de Inscrição: 18/07 a 01/08
Resultado: 03/08
Realização: 06 e 07/08, de 09h às 18h e 08/08, de 09h às 13h

Publicado em Cultura
peça de divulgação

A Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria de Juventude, promoverá  mais uma edição do Encontro das Artes, na Rede Cuca Mondubim. O evento acontecerá nesta quinta-feira (23), das 15h às 19h. O objetivo é apresentar todo o trabalho que foi desenvolvido pelos jovens da Rede Cuca, com o apoio e mediação dos professores, no segundo semestre de 2017.

O evento contará com apresentações de teatro, música, audiovisual, exposição fotográfica, além de uma apresentação representativa da cultura surda, entre outros. A entrada é gratuita e aberta ao público em geral.

Clique aqui para programação completa

Atualmente, a Rede Cuca conta com oito áreas de formação: fotografia, audiovisual, teatro, dança, música, informática, libras e inglês. O Encontro das Artes é o resultado das ações desenvolvidas nos cursos durante o semestre. Neste evento é oferecido uma oportunidade para que os alunos mostrem todo o conhecimento adquirido ao longo da participação nos cursos. Além de proporcionar visibilidade e fortalecimento da autoestima para jovens que residem em espaços de grande vulnerabilidade social.

Serviço
Encontro das Artes na Rede Cuca 
Data e hora: 23 de novembro, das 15h às 19h
Local: Rede Cuca Mondubim

Publicado em Juventude
O Encontros de Agosto terá abertura nesta terça-feira (19/08), data em que se comemora o Dia da Fotografia. (Foto: Gustavo Pellizzon / Divulgação)

Com projeção de imagens, conversa com fotógrafos e edição especial da Feira da Fotografia, o Encontros de Agosto 2014 será lançado nesta terça-feira (19), no Dia Mundial da Fotografia, congregando autores que participaram das três edições anteriores, novos nomes que surgem no cenário local e apreciadores da imagem.

A programação terá início com um almoço de confraternização de fotógrafos do Ceará e residentes no Passeio Público. A programação segue para o Sobrado Dr. José Lourenço, onde fotógrafos e público poderão conferir, a partir das 14h30min, uma edição especial da Feira da Fotografia, com venda e troca de imagens e produtos com fotografias.

Ainda no Sobrado, às 16 horas, haverá apresentação do projeto Caminho das Abelhas, livro fotográfico documental que retrata a paisagem cultural, geográfica e humana do sertão de Irauçuba, no Ceará, abordando o cotidiano do sertanejo e sua dura realidade diante da seca. A publicação foi desenvolvida por Markos Montenegro, Sérgio Carvalho, Vanessa Andion, Silas de Paula e Paulo Gutemberg.

A programação segue para a Praia de Iracema, no Porto Iracema das Artes, onde, às 19 horas, no auditório, acontece conversa com os fotógrafos Silas de Paula e Tiago Santana sobre “Fotografia Latino-Americana: interseções com produção brasileira”. A mediação será da fotógrafa Iana Soares.

Fechando a programação de lançamento do Encontros de Agosto 2014, a partir das 20h30 horas, no Estoril, haverá Projeção com imagens de fotógrafos cearenses participantes das edições anteriores do festival, além de uma coletânea de fotografias produzidas pelos integrantes da Travessa da Imagem e das três últimas edições da revista Olho de Peixe.

Sobre o Encontros de Agosto

O Encontros de Agosto tem se firmado como um importante espaço para difusão e circulação da produção cearense, focado na qualificação e a valorização de fotógrafos do estado e residentes, com o intuito de projetar a produção desses artistas em circuito nacional e internacional.

“Entre o Documento e a Ficção – Fronteiras da Fotografia” é o tema do Encontros de Agosto 2014, que tem como foco promover o intercâmbio entre a fotografia cearense e a produção latino-americana. Depois do lançamento do dia 19 de agosto, o festival volta à cena em Novembro com uma exposição de fotógrafos latino-americanos convidados e de fotógrafos cearenses, com trabalhos selecionados por meio de convocatória. A curadoria será do pesquisador, editor e curador Claudi Carreras, argentino residente em São Paulo, representante, juntamente com Iatã Cannabrava, do Estúdio Madalena, espaço reconhecido nacionalmente pela realização de projetos de fotografia e a formação de profissionais nessa linguagem.

O Encontros de Agosto conta com o apoio da Secretaria de Cultura de Fortaleza e da parceria do Instituto da Fotografia (Ifoto), da Travessa da Imagem e do Porto Iracema das Artes, que é o braço de criação e difusão do Instituto Dragão do Mar.

Serviço:
Lançamento Encontros de Agosto 2014
Programação completa
14h30 – Edição especial da Feira da Fotografia
Onde: Sobrado Dr. José Lourenço
16h – Apresentação do projeto Caminho das Abelhas,
Onde: Sobrado Dr. José Lourenço
19h – Conversa com os fotógrafos Silas de Paula e Tiago Santana. Tema: “Fotografia Latino-Americana: interseções com produção brasileira”
Onde: Porto Iracema das Artes
20h30 – Projeção de fotografias
Onde: Estoril (Rua dos Tabajaras, 397 – Praia de Iracema)

 
Publicado em Cultura
No mês da Fotografia, a programação contará com exposição, feiras de equipamentos e mais | Foto: Divulgação

Neste sábado (9/8), das 14h às 18h, o Mercado dos Pinhões abre as suas portas para mais uma edição da Feira da Fotografia, programação bimestral organizada pelo fotógrafo Chico Gomes. No mês em que se celebra o Dia Mundial da Fotografia (19 de agosto), a programação contará com exposição, feiras de equipamentos e mais.

A partir das 15 horas, o público poderá conferir a palestra sobre “Fine Art Nude”, com o fotógrafo Galba Sandras. Já às 16 horas, Kelly Mansur e Clayton Saldanha ministram uma oficina de making of. Na sequência, às 17 horas, o resultado do 2º Concurso de Fotografia Amadora será divulgado e as mesmas estarão expostas. Durante o evento, acontece ainda feira de venda de equipamentos fotográficos.

A Feira da Fotografia conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Fortaleza, por meio da Secretaria de Cultura.

Feira da Fotografia
Quando: Sábado (9/8), das 14h às 18h
Programação:
15h: Palestra sobre “Fine Art Nude”, com Galba Sandras
16h: Oficina de Making Of com Kelly Mansur e Clayton Saldanha
17h: Exposição e resultado do 2º Concurso de fotografia amadora
Durante a programação haverá venda de equipamentos fotográficos

Publicado em Cultura
Onze alunos, sob curadoria de Maíra Ortins, realizaram ensaios fotográficos em que são as personagens

O CUCA Barra abre mais uma exposição fotográfica na próxima quinta-feira, dia 30 de janeiro, às 17h30. O trabalho fotográfico é o “Fotoperformance: por uma memória futura”, fruto de uma oficina do programa Diálogos Contemporâneos da Fundação Nacional de Artes (Funart).

Com curadoria de Maíra Ortins, os alunos Antonio Viana Rocha, Érico Araújo, Fábio de Souza, Gabriel Castro, Ivanildo Ribeiro, Leila Lopes, Núbia Agustinha, Paulo Winz, Tuan Fernandes, Vânia de Freitas e Washington Hemmes realizaram ensaios fotográficos nos quais eles eram as personagens das fotografias.

Foram autorretratos inventados, ficção e memória em fotografias performáticas. O processo de discussão, criação e realização em coletivo foi um dos pontos de destaque do projeto. O resultado final foram diversos ensaios, onde a casa do Barão de Camocim serviu de cenário poético sobre memória, trocas e vivências durante a execução do projeto.


Serviço

Abertura da exposição Fotoperformance: por uma memória futura

Entrada gratuita

Dia 30/1, quinta-feira, às 17h30. A partir do dia 31/1, de 8h às 21h

Pátio do CUCA Barra (avenida Presidente Castelo Branco, 6.417, Barra do Ceará)



 

Publicado em Cultura
Pescadora do Mucuripe em uma das 200 fotos escolhidas para exposição, que é gratuita

Retratando cenários e vivências da capital cearense e relembrando o cotidiano e as intervenções infraestruturais da cidade em um período de marcante reestruturação urbana, a exposição “Cidade, Saudade – Fortaleza Anos 70”, do fotógrafo Nelson Bezerra, estará aberta à visitação, no Estoril, a partir desta quinta-feira (24/10), às 19h30.

Nas fotografias, vistas aéreas de bairros da capital, patrimônios edificados e personagens conhecidos e anônimos. O acervo documenta desde a construção do Ginásio Paulo Sarasate, do Castelão, do Centro de Convenções, até a abertura de grandes avenidas, como a Aguanambi, a Santos Dumont e a Leste Oeste, bem como movimentadas esquinas do Centro e a vida econômica e cultural de Fortaleza. Com um olhar sensível a essas mudanças, Nelson Bezerra registrou o início da verticalização arquitetônica e a intensificação dos fluxos cotidianos da cidade.

Além do registro da cidade, a exposição contempla um recorte do trabalho autoral de Nelson Bezerra. Grafismo das jangadas do Mucuripe, composições que ressaltam o domínio da luz, instantâneos de rara beleza e simplicidade são alguns dos elementos representados pelo olhar pessoal do fotógrafo.

O Estoril, espaço que abriga a exposição, é ambiente propício para o público vivenciar os ares da Fortaleza da década de 1970, pois o local é marco representativo da efervescência cultural e intelectual do período.

Catálogo e site

A exposição “Cidade, Saudade – Fortaleza Anos 70” partiu da seleção de um conjunto de, aproximadamente, 10 mil fotografias realizadas por Nelson durante os anos 1970. O processo resultou em 200 imagens selecionadas, que compõem a exposição, um catálogo e uma página na internet. Esta última foi pensada no intuito de ampliar o acesso ao conteúdo do projeto. A página eletrônica e o catálogo, com texto de abertura do arquiteto Ricardo Bezerra, devem ser lançados até janeiro de 2014.

Ao possibilitarem o contato do público com fotografias desse período de intensa transformação de Fortaleza, a exposição, o catálogo e espaço na internet buscam valorizar os patrimônios materiais e imateriais, provocar reflexões sobre os usos e ocupações do espaço urbano e repensar nossas relações com a cidade.

Contexto

Fortaleza da década de 1970 experimentava os primeiros ventos da urbanização que pauta seu crescimento até hoje. No entanto, era outra cidade. Mobilidade urbana e segurança pública não eram preocupações para a população da ainda tranquila Fortaleza.

A Praia de Iracema era um dos pontos de encontro dos artistas e intelectuais, tendo a Ponte Metálica e o Estoril como marcos da efervescência cultural que vivenciava a geração daquele período. A Beira Mar, representante da modernidade que chegava à capital, começava a se consolidar como espaço de passeio da família. O Castelo do Plácido, construído pelo comerciante Plácido Carvalho, permaneceu intacto nos quatro primeiros anos da década de 1970, quando foi demolido inesperadamente para dar lugar a um supermercado nunca construído.

Sobre o autor

Nelson Figueiredo Bezerra é formado em Ciências Sociais e fotógrafo autodidata. Nasceu em Fortaleza, em 1945, e teve suas primeiras experiências em fotografia ainda na infância. Iniciou sua carreira profissional em Salvador (BA), produzindo imagens para construtoras.

Atua, principalmente, nas áreas comercial, publicitária, industrial e de arquitetura. Já participou de mostras coletivas em âmbito local e nacional, teve seu trabalho por diversas vezes premiado e foi convidado e jurado de exposições de fotografia e artes plásticas.


 

Serviço

Exposição Cidade, Saudade – Fortaleza Anos 70

Abertura da exposição

Quando: Quinta-feira, 24 de outubro, às 19h30

Onde: Estoril (Rua dos Tabajaras, 397, Praia de Iracema)

A visitação acontece de quinta a sábado, das 16h às 19h.

Entrada gratuita

 

 

Publicado em Cultura