A Prefeitura de Fortaleza (PMF) promove, nesta terça-feira (20/02), a 19ª Reunião da Rede de Controle Interno (Recont). A iniciativa, desenvolvida pela Controladoria e Ouvidoria Geral do Município (CGM) visando ao aprimoramento e à eficiência da gestão pública municipal, abordará orientações quanto ao Relatório de Controle Interno sobre as Contas de Gestão (RCIG) 2023 e a implementação da automação desse relatórios no Sistema Fortaleza no Controle. Participam cerca de 80 representantes que atuam no monitoramento do controle dos 35 órgãos e entidades da Prefeitura. O encontro acontece no auditório da CGM, a partir das 13h30.

Na ocasião, a CGM apresentará as diretrizes para a elaboração do RCIG 2023, documento essencial para a transparência e a eficiência da gestão das contas públicas. Para isso, será destacado também o sistema de controle interno, ferramenta que automatiza o processo, assegurando assim a otimização de tempo e recursos.

A coordenadora geral de Controle Interno, Juliana Araripe, destacou a importância do encontro. “Entre os benefícios esperados, estão o fortalecimento dos controles internos setoriais e a formação de uma rede de servidores capacitados para implementar esses controles, garantindo a eficiência, eficácia, economicidade e efetividade na realização dos objetivos e metas dos órgãos municipais. O resultado é uma administração pública mais transparente e voltada para o atendimento das demandas sociais, reforçando a confiança do cidadão nos atos da gestão pública”, evidenciou Juliana.

Após a reunião, os representantes terão até o dia 29 de março de 2024 para elaborar e enviar o RCIG à CGM para revisão. Essa etapa torna-se importante para a finalização, assinatura e envio dos relatórios ao Tribunal de Contas do Estado do Ceará (TCE/CE) pelos órgãos, conforme orientações da Instrução Normativa nº 02/2024 – CGM.

 

A Prefeitura de Fortaleza anuncia a prorrogação das inscrições para o Programa Academia Enem 2024, por meio da Secretaria Municipal da Juventude, em parceria com o Instituto Juventude Inovação. Devido à alta demanda, as inscrições seguirão até o dia 26 de fevereiro no Portal da Juventude.

Com uma trajetória de sucesso que completa 11 anos, o Academia Enem oferece aos participantes aulas presenciais no Ginásio Paulo Sarante e aulas on-line por meio de uma plataforma de estudos, correção de redação, simulados e material didático exclusivo. O programa preparatório para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e outros vestibulares oferece acesso gratuito a recursos educacionais de qualidade para quem deseja ingressar no ensino superior.

"São 11 anos de muitas histórias e muitas conquistas. Este ano, devido à grande procura, decidimos prorrogar as inscrições, garantindo que mais jovens tenham a oportunidade de se preparar para o Enem com qualidade e suporte abrangente”, comenta Davi Gomes, titular da Secretaria da Juventude.

Os interessados em participar do Academia Enem 2024 têm até o dia 26 de fevereiro para realizar a inscrição no Portal da Juventude. São ofertadas 12 mil vagas, distribuídas por ordem de inscrição.

Sobre o Academia Enem

O Academia Enem é um programa da Prefeitura de Fortaleza, voltado para orientar e preparar os jovens estudantes, em especial os da rede pública de ensino, para ingressar na educação superior através do Enem, do Programa Universidade para Todos (ProUni) e vestibulares em geral. O programa tem por objetivo tornar menos desiguais as oportunidades de ocupar uma vaga nas universidades, tendo como princípio norteador a democratização da educação como agente de mudança.

Ao mesmo tempo em que visa contribuir para a ascensão dos jovens ao ensino superior, o Academia Enem prepara os estudantes para o ingresso no mercado de trabalho. O programa já beneficiou mais de 90 mil jovens desde 2013.

Serviço
Academia Enem 2024
Inscrições até 26 de fevereiro
Local: Portal da Juventude 

Publicado em Juventude

A Prefeitura de Fortaleza divulga, nesta quinta-feira (08/02), o edital do concurso público para o Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor) com 60 vagas para novos servidores. O edital foi publicado no Diário Oficial do Município desta quinta-feira. As inscrições, com taxa de R$ 215, têm início nesta sexta-feira (09/02) e seguem até o dia 11 de março deste ano.

As vagas são para o cargo de analista de Planejamento e Inovação Urbana, e contempla áreas como Arquitetura e Urbanismo; Engenharia Civil; Ciências da Computação, de Dados e Sociais; Direito; Contabilidade; Serviço Social; Economia, Estatística; Administração; Psicologia; Gestão de Políticas Públicas, entre outras. O salário inicial é de R$ 6,9 mil.

Acesse o edital e confira o cronograma e as etapas do concurso público do Iplanfor

Os aprovados terão Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), conforme consta na Lei Complementar Municipal nº 0361, de julho de 2023.

“Vamos ofertar 60 vagas para fortalecer o trabalho do nosso Instituto de Planejamento, que cumpre o papel de ajudar a pensar a cidade que tanto sonhamos e de traçar o melhor caminho para essa Fortaleza mais justa, inclusiva e com muitas oportunidades”, afirmou o prefeito José Sarto.

A empresa responsável pelo certame é o Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan).

“O Iplanfor já vem construindo um legado importante para tornar Fortaleza, hoje a quarta maior capital do País, uma cidade de vanguarda em relação ao planejamento urbano sustentável. Com o concurso, a ideia é aprimorar o trabalho feito pelo Instituto, garantindo que este seja multidisciplinar, com capacidade institucional de desenhar boas políticas públicas, e promovendo justiça socioambiental”, afirma Batista, que também é presidente da Rede Brasileira de Institutos de Planejamento (InRede).

A Lei Complementar que regulamenta o novo concurso público do Iplanfor foi sancionada pelo prefeito José Sarto em julho de 2023.

Vagas para pessoas negras e/ou com deficiência

Das 60 vagas, 12 (20%) serão destinadas a pessoas que se autoidentificam como negras (pretas ou pardas) e três (5%) para pessoas com deficiência, em respeito ao Decreto Federal nº 9.508, de setembro de 2018.

Iplanfor

O Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor) é uma autarquia vinculada ao Gabinete do Prefeito. O órgão é responsável por: realizar e difundir pesquisas e estudos orientados por dados sobre a capital cearense e a Região Metropolitana; integrar, monitorar e avaliar políticas públicas; desenvolver planos e projetos inovadores para o desenvolvimento urbano sustentável e a redução de desigualdades.

Publicado em Concursos e Seleções
A imagem mostra um grupo com mais de 40 pessoas. Algumas estão em pé e outras, sentadas. Ao centro, sentado, está o vice-prefeito de Fortaleza e superintendente do Iplanfor, Élcio Batista. Algumas pessoas seguram nas mãos a carta de recomendações. O registro foi realizado em auditório do Paço Municipal.
Evento ocorreu no Paço Municipal, com a presença do vice-prefeito e superintendente do Iplanfor, Élcio Batista, e do secretário adjunto municipal de Educação, Jefferson Maia, além de outros representantes da PMF no projeto (Foto: Beatriz Bley)

A Prefeitura Municipal de Fortaleza recebeu, nesta quinta-feira (01/02), as propostas elaboradas pelos participantes do 2º Conselho Cidadão - Enfrentando Desigualdades, voltado para a educação integral em tempo integral. Nesta edição, um grupo de 40 pessoas discutiram soluções para o tema e, pela primeira vez, o debate teve a participação de crianças.

Veja a carta de recomendações da 2ª Assembleia Cidadã

O evento ocorreu no Paço Municipal, com a presença do vice-prefeito e superintendente do Iplanfor, Élcio Batista, e do secretário adjunto municipal de Educação, Jefferson Maia, além de outros representantes da PMF neste projeto.

A iniciativa foi executada pelo Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor) em parceria com o coletivo Delibera Brasil e a Rede Conhecimento Social (RCS), com financiamento do Fundo das Nações Unidas pela Democracia (Undef).

A entrega das recomendações é mais um passo no processo de construção de uma política pública com a participação efetiva da população. O objetivo é criar conselhos de cidadãos, compostos por residentes escolhidos de forma aleatória, para que discutam um tema específico, a fim de chegar em propostas para melhorias a serem implementadas pela gestão municipal.

“Esse processo tem um valor em si que é maior do que qualquer resultado: o engajamento da população no processo democrático, na construção de uma escola comunitária. Essa carta precisa circular não só pela gestão. Pais, mães e adolescentes precisam conhecer esse material”, avalia Élcio Batista.

Os apontamentos sugeridos na carta, indica Jefferson Maia, dialogam com o trabalho desenvolvido pela Prefeitura de Fortaleza. “Que é investir, priorizar e expandir o tempo integral em toda a rede. Então, pra gente, é muito significativa essa participação. Há uma série de recomendações importantíssimas, fruto desse debate, desse diálogo democrático, que certamente serão muito bem-vindas e trabalhadas pelo Município pra fortalecer sua política de tempo integral”, afirma o também professor de História.

Metodologia

Neste conselho, foram realizadas três assembleias, nos dias 2, 9 e 16 de dezembro. Cada pessoa envolvida no processo teve como missão construir uma recomendação em consenso sobre educação integral e em tempo integral no Município. Num primeiro momento, o grupo passou por uma etapa formativa, incluindo trocas com equipes da Secretaria Municipal de Educação (SME) e de organizações da sociedade civil que discutem a temática.

Os participantes conheceram leis e, somando-se às experiências individuais, chegaram a um consenso para a elaboração de documentos com recomendações à Prefeitura.

Esta é a segunda vez que Fortaleza participa de um processo como este. A primeira foi em 2019, quando o tema da discussão era resíduos sólidos. Na ocasião, a formação de um conselho cidadão foi destaque nacional, conforme reportado em documento anual da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Foram deliberadas 19 ações, das quais mais de 16 já estão em execução pela atual gestão municipal.

Assembleias na Globoplay

É possível conhecer mais sobre a metodologia de construção de políticas públicas baseadas em Conselhos Cidadãos. A experiência tem sido registrada em uma série de documentários já disponíveis no Globoplay. A série apresenta a experiência de três municípios brasileiros, liderados por mulheres, na deliberação sobre a pauta climática por meio de Assembleias Cidadãs sobre o Clima.

Em breve, as experiências de Belém, Niterói e Fortaleza também estarão disponíveis na plataforma digital.

Publicado em Participação social

O Portal da Transparência de Fortaleza registrou um aumento de 27% no número de acessos durante o ano de 2023, atingindo a marca de 3.626.482 visualizações. Comparado ao ano anterior, que contou com 2.841.991 acessos, esse resultado evidencia o comprometimento do município com políticas de transparência ativa, disponibilizando dados e informações de interesse público de maneira espontânea. A média mensal alcançou 302.207 consultas.

A plataforma, sob a gestão da Controladoria e Ouvidoria Geral do Município (CGM), oferece consultas abrangentes sobre a administração municipal, incluindo execução orçamentária e financeira, receitas, despesas, contratos, convênios e detalhes sobre os servidores, entre outros temas relacionados ao município. Constantemente aprimorada, a plataforma busca facilitar o acesso e a navegação, garantindo, de maneira atualizada, todas as informações essenciais regulamentadas por lei.

Christina Machado, secretária chefe da CGM, ressaltou o aumento significativo no número de acessos como um indicativo de maior conhecimento da plataforma pela população. “A atração de novos usuários é bastante positiva, fortalecendo o controle social dos cidadãos e demonstrando o compromisso da gestão na correta aplicação e uso dos recursos públicos”, informou Christina.

O mês de março se destacou como o período com o maior número de visitas, alcançando 407.078 acessos. As informações mais procuradas abordavam temas relacionados a contratos, receitas e orçamentos, representando 72,2% das páginas visitadas. Em seguida, dados relacionados a servidores constituíram 23,2%, enquanto despesas compreenderam 3,4%.

Saiba mais

Conforme a Escala Brasil Transparente 2ª edição da Controladoria Geral da União (CGU), Fortaleza é reconhecida como a 4ª capital mais transparente do Brasil. Um estudo conduzido pela Universidade de São Paulo (USP) em 2022, por meio do Núcleo de Estudos da Transparência Administrativa e da Comunicação de Interesse Público (Netacip), classificou o município como a capital mais transparente do país. O Município conquistou o selo prata do Programa Nacional de Transparência Pública (PNTP), conferido pela Associação dos Membros dos Tribunais de Contas do Brasil (Atricon), em 2023. Entre mais de oito mil portais de entidades analisadas, apenas 16% alcançaram a certificação de transparência, com a classificação por selo.

O serviço de ouvidoria digital da Prefeitura de Fortaleza registrou um crescimento de 19% nas manifestações em 2023, em comparação com o ano anterior. Registrando um total de 34.032 solicitações atendidas, o principal canal de interação com os cidadãos tem sido destaque, proporcionando respostas eficientes e promovendo o controle social sobre os serviços municipais.

A Controladoria e Ouvidoria Geral do Município (CGM) tem buscado fortalecer o seu papel como mediadora entre a população e os órgãos responsáveis pela e execução dos serviços públicos. Adotando uma abordagem proativa, implementou novas metodologias de trabalho, ampliando o suporte às rotinas e reforçando a cobrança por resultados das ouvidorias setoriais. Treinamentos frequentes e reuniões periódicas com as diversas áreas contribuíram para o fortalecimento do setor.

Atualmente, as manifestações têm sido atendidas num prazo médio de oito dias, abaixo do tempo preconizado pela Lei Federal nº 13.460, de 2017, que estabelece 30 dias, com a prorrogação, para a conclusão de todo o processo de atendimento.

Lílian Fontele, à frente da Ouvidoria Geral do Município, destacou que a criação de novos indicadores permitiu um acompanhamento mais próximo das atividades. "Ao desenvolvermos novas metodologias de avaliação, possibilitamos um acompanhamento mais eficaz do serviço que prestamos aos cidadãos. Associado a essa estratégia, o reconhecimento do trabalho realizado pelas ouvidorias setoriais através do prêmio Ouvidoria Amiga do Cidadão tem somado aos esforço de retorno eficiente das demandas da população", enfatizou Lilian.

Para as manifestações direcionadas à Ouvidoria, o cidadão pode encaminhar sua sugestão, elogio, pedido de informação, reclamação e denúncia acessando o Sistema de Ouvidoria Digital ou pela Central 156. O serviço também pode ser acessado pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e o número (85) 9 8814.4478 (telefone ou WhatsApp). Se o cidadão desejar fazer sua manifestação pessoalmente, basta procurar a Controladoria e Ouvidoria Geral do Município (Av. Dom Luis, 807 – 7º andar - Aldeota) ou as ouvidorias setoriais, localizadas nos órgãos municipais.

A Prefeitura de Fortaleza avançou no programa Fortaleza Íntegra, totalizando ao final de 2023, a adesão de 30 órgãos, representando 83,3% das entidades municipais. Desenvolvida pela Controladoria Geral do Município (CGM), a iniciativa visa contribuir para o aprimoramento contínuo da governança e dos processos internos, fundamentando-se nos valores que norteiam a administração pública, conforme consolidados no Código de Ética.

A aplicação do programa ocorre de maneira abrangente, envolvendo os servidores e a implementação de um comitê interno de integridade. Esse comitê assume a responsabilidade de identificar as vulnerabilidades dos órgãos participantes, implementando medidas para assegurar a prevenção, detecção e sanção de irregularidades, corrupção, fraudes e desvios éticos e de conduta. Ratificando o compromisso do município com padrões internacionais de governança e integridade, foi sancionada a Lei nº 11.360, que institui o novo Código de Ética, Conduta e Integridade da Administração de Fortaleza. A medida atualiza a antiga norma datada de 1995 reforçando o programa Fortaleza Íntegra.

Pesquisa revela que em 2022 existia um cenário desafiador no que diz respeito à implementação de políticas de integridade pública e anticorrupção (Pipacs) em governos brasileiros. Os resultados apontam que, embora 84,9% dos 53 governos analisados possuam uma Controladoria-Geral, a maioria carece de políticas específicas de integridade (71,7%) e de anticorrupção (83%). A  presquisa foi conduzida por Rodrigo S. De Bona, vinculado à Controladoria-Geral da União (CGU) do Brasil, e por instituições acadêmicas internacionais, como a Universidade Internacional Menéndez Pelayo (UIMP) e o Instituto Universitário de Investigação Ortega e Gasset (IUIOG), ligado à Universidade Complutense de Madri (Espanha).

A secretária-chefe da CGM, Christina Machado, reforçou a importância de se construir um programa de integridade na administração pública. "A implementação de práticas voltadas para a integridade não apenas fortalece a confiança da sociedade nas instituições governamentais, mas também promove uma cultura organizacional baseada em princípios éticos e transparência. A integridade na administração pública não é apenas uma exigência legal, mas uma necessidade essencial para o bom funcionamento da máquina governamental. Ao adotar um programa de integridade, não apenas mitigamos riscos de corrupção, mas também estabelecemos padrões elevados de conduta que permeiam todos os níveis da organização.A integridade não é apenas uma escolha ética, mas uma estratégia vital para construir uma administração pública resiliente e centrada no serviço à sociedade", destacou Christina.

Fortaleza Íntegra, faça você também parte dessa iniciativa

O programa, implementado como projeto-piloto em 2021, segue padrões internacionais de integridade e boas práticas de gestão, alinhados às diretrizes da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), uma organização internacional fundada em 1961, com sede em Paris (França), que trabalha para construir políticas melhores para vidas melhores e visa à identificação e o estabelecimento de práticas e políticas que promovam prosperidade, igualdade, oportunidade e bem-estar para todos

O Papai Noel gostou tanto de pedalar que agora está convidando as crianças para passear de bike junto com ele pelas ruas da capital. Neste domingo (17/12), a Prefeitura de Fortaleza promove a primeira edição do Pedal Natalino Infantil. O evento, que encerra as atividades da Ciclofaixa de Lazer este ano, será realizado no ponto de apoio da Cidade da Criança, no Centro, que também receberá mais uma edição do Vem Brincar, Fortaleza.

A concentração terá início a partir das 7h30 da manhã. No local, haverá aluguel de bicicletas com cadeirinha e será ampliada a oferta de bikes da estação do Mini Bicicletar. Às 8h está prevista a chegada do Papai Noel com distribuição de brindes, como gorros natalinos. kits infantis, plaquinhas que incentivam o respeito aos ciclistas e lanternas LED. 

O bom velhinho irá conduzir a garotada num passeio ciclístico que percorrerá a Rua Floriano Peixoto, passando pela Praça do Ferreira e seguindo até o Passeio Público, onde toda a família poderá registrar o momento.

De lá, os participantes do Pedal Natalino retornam à Cidade da Criança, onde serão recebidos por uma série de atividades do Vem Brincar, Fortaleza com diversas ações recreativas com foco na diversão, educação e sustentabilidade, e a participação de agentes de trânsito em brincadeiras, como o Minicircuito de Bike Infantil e o Jogo Gigante do Tabuleiro de Trânsito.

Corredor Cultural Benfica

A Ciclofaixa de Lazer ainda será conectada ao último dia da programação do Corredor Cultural Benfica. Os usuários de bike que costumam pedalar pela rota sul poderão também utilizar a demarcação por cones que se estenderá pela Rua Paulino Nogueira, que nesta edição terá o trânsito bloqueado com acesso exclusivo para moradores, pedestres e ciclistas. A ampliação excepcional do percurso facilitará o acesso à Av. da Universidade, que será fechada para o tráfego de veículos entre a Av. Treze de Maio e a Rua Padre Francisco Pinto. 

As atividades do evento contemplam feiras culturais e gastronômicas, apresentações artísticas locais e prestação de serviços à comunidade. A iniciativa é uma realização da Sociedade Cearense de Produção Cultural e Artística e Ministério da Cultura (Governo Federal), por meio da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Roaunet). O apoio institucional é da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Prefeitura de Fortaleza, com organização da Maestria Comunicação e Eventos.

Sobre a Ciclofaixa de Lazer

A Ciclofaixa de Lazer é realizada há 9 anos pela Secretaria de Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio da Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC), e o apoio da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor), Secretaria Municipal da Saúde (SMS), Guarda Municipal de Fortaleza (GMF) e Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma).Sobre o Vem Brincar, FortalezaO Vem Brincar, Fortaleza desenvolve ações de estímulo ao brincar em espaços públicos em contato com a natureza, com o objetivo de incentivar a ocupação do espaço público com atrações e serviços para as crianças e cuidadores. O projeto é uma iniciativa da Prefeitura de Fortaleza, por meio da Coordenadoria Especial da Primeira Infância (Cespi).

Rotas da Ciclofaixa de Lazer

- Rota Leste
Av. Sebastião de Abreu
Parque do Cocó
Av. Pe. Antônio Tomás
Av. Desembargador Moreira (entre a Av. Santos Dumont e a Praça Portugal, na Av. Dom Luís)
Av. Beira-Mar
Rua Carlos Vasconcelos
Cidade das Crianças
Rua Pinto Madeira
Av. Desembargador Moreira
Av. Pe. Antônio Tomás

- Rota Sul
Av. Gomes de Matos
Rua Jorge Dummar
Rua Mal. Deodoro
Av. 13 de Maio
Rua Paulino Nogueira
Av. da Universidade
Rua Sólon Pinheiro
Cidade da Criança

- Rota Oeste
Av. Domingos Olímpio
Av. Antônio Sales
Av. Carlos Vasconcelos
Av. Beira-Mar

Publicado em Mobilidade

A Prefeitura está com inscrições abertas para estágio (exclusivamente por meio de formulário eletrônico) até dia 15 de dezembro. São cerca de 480 vagas para cursos técnicos e de nível superior e contratação imediata. Além da convocação já programada, a parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola (CIEE), vai gerar um banco de dados permanente para atender à demanda do Município com mais agilidade.

Na Prefeitura de Fortaleza, a bolsa de estágio é de R$ 750 para um turno de quatro horas, além de vale transporte ida e volta. Para se inscrever, o estudante só precisa preencher um formulário on-line disponível na plataforma Fortaleza Digital e anexar os documentos solicitados. Não há taxa de inscrição. O edital reserva 10% das vagas para pessoas com deficiência e 20% para candidatos negros, conforme legislações específicas.

A seleção será realizada por meio de análise do formulário e, dependendo da área, uma segunda etapa de entrevista para avaliação complementar. “Trabalhar com o CIEE, que tem tradição nessa captação de estagiários para o setor privado, dará tempestividade ao processo e nos libera para cuidar melhor do monitoramento e da formação do estagiário dentro do nosso ambiente de trabalho”, explica o secretário municipal do Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), João Marcos Maia, pasta responsável pela seleções corporativas.

Seleção de estagiário de curso técnico e nível superior

Cursos: Arquivologia ou Biblioteconomia; Contabilidade; Recursos Humanos; Gestão Pública ou Gestão de Políticas Públicas; Serviço Social; História; Fisioterapia; Psicologia; Enfermagem; Odontologia; Artes Visuais; Jornalismo, Publicidade ou Marketing; Rede de Computadores; Geografia; técnologo em meio ambiente; técnico em TI; Ciências da Computação; Letras; Pedagogia; Biologia; Agronomia; Nutrição; Farmácia
Inscrições: plataforma Fortaleza Digital
Prazo: até 15 de dezembro para chamada imediata, mas com formação de banco de dados

Mais informações

Prefeitura - Célula Estratégica de Suprimento de Pessoal 
E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.
CIEE - Central de Atendimento
Telefone: 3033.2433
WhatsApp: (11) 3003.2433

 

Publicado em Concursos e Seleções
Premiação Fortaleza no Controle
O projeto do Instituto de Planejamento de Fortaleza conquistou o 1° lugar na categora Controle no Desempenho de Gestão (Foto: Diva Fernandes)

Estimular soluções e o desenvolvimento de estratégias para a efetivação de uma cultura de controle na administração pública tem sido uma das metas da Prefeitura de Fortaleza. Isso se reflete no prêmio Fortaleza no Controle, que reconhece secretarias e órgãos municipais. A premiação, realizado nesta quinta-feira (19/10), Dia Nacional da Inovação, celebrou a conquista de diversos órgãos, incluindo a Secretaria Municipal das Finanças (Sefin), a Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), a Secretaria Municipal da Saúde (SMS), o Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), a Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (Sesec) e a Controladoria e Ouvidoria Geral do Município (CGM).

A iniciativa promovida pela CGM resultou na inscrição de 27 projetos na primeira fase da competição, envolvendo oito órgãos da gestão municipal, com cerca de 100 participantes, entre servidores, comissionados e terceirizados. Das seis categorias do prêmio, a que obteve o maior número de inscrições foi Controle no Desempenho de Gestão, com nove iniciativas. Em seguida, Controle Interno, Gestão de Riscos e Auditoria Interna registrou sete projetos. Nas áreas de Transparência, Ouvidoria e Corregedoria, houve três projetos inscritos, cada. Na categoria de Integridade, foram feitas duas inscrições. Os primeiros e segundos colocados de cada categoria receberam prêmios de R$ 10 mil e R$ 5 mil, respectivamente.

A secretária chefe da CGM, Christina Machado, destacou a importância da iniciativa para busca de soluções da administração pública. “O prêmio Fortaleza no Controle é uma iniciativa do prefeito Sarto visando incentivar as equipes internas dos órgãos de administração direta e indireta a desenvolver ações e soluções que tragam benefícios para os cidadãos. São iniciativas baseadas na transparência, no controle e na ouvidoria. Dessa maneira, encontramos soluções que podem ser replicadas em outros órgãos ampliando a eficiência da gestão pública”, destacou.

O procurador-adjunto da PGM, Felipe Siqueira, pontuou o desafio de desenvolver novas estratégias de inovação. “Buscamos aliar a inovação e o controle interno enfrentando os desafios, e, no caso da PGM, as dificuldades jurídicas desses processos, quebrando paradigmas e pensando o novo modelo jurídico, como em alguns tribunais de contas e órgãos de controle tem feito. Estamos evoluindo juntos com esse olhar inovador”, evidenciou Felipe.

Luiz Alberto Sabóia, presidente da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova), celebrou a iniciativa. “Uma das principais estratégias desse prêmio é olhar para a questão da inovação nessas iniciativas de solução de problemas de ouvidoria, de controle e de transparência. Dentro desse programa, alunos egressos do Juventude Digital, abraçaram a ideia contribuindo na elaboração dessas soluções”.

Os projetos foram avaliados por uma comissão técnica composta por representantes do Conselho Nacional do Controle Interno (Conaci), da Rede Estadual de Controle Interno da Gestão Pública (RECIGP), do Departamento de Contabilidade da Universidade Federal do Ceará (UFC) e do Grupo de Pesquisas SmartCitiesBr da Universidade de São Paulo (USP), que comprovaram a aplicação dos projetos.

Vencedores por categoria


I - Controles internos, gestão de riscos e auditoria interna

1º lugar: Aplicação da Metodologia de Gestão de Risco para a Melhoria de Processos Organizacionais, da Sefin (equipe: Kátia Magalhães e Laysa Keyre Freire)

2º Lugar: Inspeção de Produtos Controlados em Reserva de Armaria, da Sesec (equipe: Danielle do Nascimento, Rafaela Ferreira, Márcia Rodrigues e Francisco José Magalhães)

II - Transparência

1º Lugar: Programa de Dados Abertos de Fortaleza, da Fundação de Ciência, Tecnologia e Inovação de Fortaleza (equipe: Maurício Harley de Brito e Silvia de Paula)

2º Lugar: Projeto #Game LGPD, da Controladoria e Ouvidoria Geral do Município (equipe: Silvia de Paula, Flora Teles, Mariana Barbosa, Bruno Coelho, Leandro Machado, Tássila Ribeiro, Vitória Dourado e Mayanderson de Almeida)


III - Ouvidoria

1º Lugar: Nosso Tempo Vale Ouro - Puvidoria no WhatsApp, da Secretaria Municipal da Saúde (equipe: Clarice Tavares, Gabriela Moreira, Kamila Araujo e Verilenny Furtado);

2º Lugar: BI Ouvidoria, da Controladoria e Ouvidoria Geral do Município (equipe: Romênia Nogueira, George Pierry, Guilherme Delmiro, Andressa Villela, Jonathan Barreira, Alan Rodrigues, Nicolas Silva e Juliana Gadelha);


IV - Integridade

1º Lugar: Sistema de Integridade, da Controladoria e Ouvidoria Geral do Município (equipe: Gabriela Michiles, Leandro Machado e Flora Teles);

2º Lugar: Pacote da Integridade - SMS, da Secretaria Municipal da Saúde (equipe: Clarice Evangelista, Caio Menescal e Raquel de Oliveira);


V - Corregedoria

1º Lugar: Manual Prático de Correição Administrativa, da Controladoria e Ouvidoria Geral do Município (equipe: Marcos Cavalcanti, Juliana Carneiro e André Girão).

2º Lugar: Corregedoria Sesec - Efetividade e Inovação, da Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (equipe: Romulo Reis de Almeida, Alan Alencar, Saulo Firmino, Fabiana Teixeira, Ingridi Soares, Luciana Almeida, Jefferson de Sousa e Jorge Lima)


VI - Controle no desempenho de gestão

1º Lugar: Programa Monitoramento Integrado, do Instituto de Planejamento de Fortaleza (equipe: Edgard Lombardi e Larissa de Miranda)

2º Lugar: "mplantação do modelo OKR na Gestão Estratégica da Sefin, da Secretaria Municipal das Finanças (equipe: Chayanne Matos, Adriana Carneiro, José Nogueira, Ivoneide Fontele, Wellington de Sousa e Nilceu Moreira)


Saiba mais

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) e a CGM lideraram com 14 iniciativas inscritas, seguidas pela Secretaria Municipal de Segurança Cidadã (Sesec), com quatro. Também participaram do prêmio o Instituto de Planejamento de Fortaleza (Iplanfor), a Secretaria das Finanças (Sefin), a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog), Fundação de Ciência Tecnologia e Inovação de Fortaleza (Citinova) e a Secretaria da Infraestrutura (Seinf).