A Prefeitura de Fortaleza anuncia alienação de cinco terrenos que pertencem ao Município, localizados nas Regionais 6, 8 e 10, nos bairros Passaré, Itaperi, Parque São José e Lagoa Redonda. Os valores mínimos de cada estão no edital da Concorrência Pública nº 001/2021, no Diário Oficial do dia 25 de junho de 2021.

Os interessados em adquirir um dos bens devem cobrir essa proposta inicial de valor. Quem fizer a melhor oferta, vence a concorrência. As propostas devem ser entregues no dia 29 de julho, das 10h às 10h15, mesmo dia em que serão abertos os envelopes.

Conheça os terrenos

- Rua H com Rua J, no bairro Passaré - R$ 644.409,44 - terreno Livre 4.749,83m²
- Rua 2 com Rua 6, no bairro Itaperi - R$ 1.013.909,83 - terreno Livre 3.571,74m²
- Rua São Felipe, antes Rua B com Rua C-2, antes Rua F, no bairro Parque São José - R$ 963.395,37 - terreno Livre 4.518,43m²
- Rua C, antes Via Coletora, no bairro Lagoa Redonda - R$ 178.125,70 - terreno Livre 1.178,08m²
= Rua 6 com Rua 5, no bairro Passaré - R$ 1.257.806,97 - terreno Livre 4497.79m²

Acesse o aviso de licitação
Acesse o edital de convocação completo

Saiba mais

- Licitação do tipo maior oferta para alienação de imóvel pertencente ao Município de Fortaleza.
- Podem participar pessoas físicas e jurídicas e consórcios.
- Data de entrega dos envelopes com propostas e documentação: 29 de julho, de 10h às 10h15, na sede da Central de Licitações da Prefeitura de Fortaleza (CLFOR).
- A venda é efetivada por meio de pagamento à vista, por quantia igual ou superior ao preço especificado no edital.
- Os terrenos estão disponíveis para visitação de segunda a sexta-feira, das 9h às 18h, sem autorização prévia.
- A alienação é regulamentada pela Lei nº 10.953, de 2019, que dispõe sobre o Fundo Imobiliário (Fimob), “autorizando a desafetação e alienação de bens públicos, visando à captação de recursos oriundos da alienação de bens imóveis sem destinação pública específica e à respectiva aplicação na aquisição, ampliação ou melhoramento de outros bens imóveis que atendam a necessidade ou utilidade pública ou o interesse social”.

Mais informações: (85) 3105-1155

Publicado em Gestão
Funcionário do Ecoponto concedendo crédito na conta de energia
Os programas Recicla Fortaleza e E-Carroceiro geraram juntos mais de R$ 1,2 milhão em descontos na conta de energia e créditos para serem utilizados no comércio local

A Prefeitura de Fortaleza vem incentivando cada vez mais a população a participar da limpeza urbana da cidade e já possibilitou o recolhimento, de janeiro até junho, de cerca de 65 mil toneladas de resíduos com os 90 Ecopontos distribuídos em bairros de todas as Regionais. Nesse período, também foram realizados 1.228 novos cadastros nos programas Recicla Fortaleza e E-Carroceiro, que, juntos, geraram para seus usuários mais de R$ 1,2 milhão em descontos na conta de energia e créditos para serem utilizados nos estabelecimentos comerciais cadastrados de cada região, estimulando mais e mais o comportamento sustentável na capital.

No período, também foram implantados quatro novos Ecopontos, localizados nos bairros Dom Lustosa, Granja Lisboa, São Bento (Messejana) e no Conjunto Residencial Alameda das Palmeiras, no Ancuri, beneficiando assim as Regionais 5, 6, 9 e 11. Ao todo, são 90 Ecopontos distribuídos em toda a cidade.

Este modelo de gestão integrada de resíduos sólidos é desenvolvido a partir de uma parceria entre a Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP) e a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (AcFor), com o apoio da Ecofor Ambiental. Os Ecopontos são locais adequados para o recebimento de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais.

Os Ecopontos oferecem à população o acesso ao programa Recicla Fortaleza, que gera desconto na conta de energia pela troca de resíduos recicláveis, assim como ao programa E-Carroceiro, que beneficia a população pelo descarte correto de entulhos, restos de poda e móveis velhos, gerando crédito para ser utilizado nos estabelecimentos comerciais cadastrados de cada região.

O secretário da Conservação e Serviços Públicos, Ferruccio Feitosa, destaca o trabalho da Prefeitura de Fortaleza na coleta de resíduos. "Estamos trabalhando de forma incansável na operação e criação de novos Ecopontos, ambientes adequados para o descarte de forma regular, conscientizando o cidadão cada vez mais em relação às suas responsabilidades ambientais e também quanto aos benefícios financeiros que pode usufruir nestes equipamentos. Somente unindo as forças entre a gestão municipal e os fortalezenses teremos uma cidade mais saudável, mais limpa e melhor de se viver", afirma Ferruccio.

Iniciado em dezembro de 2015, o programa de Ecopontos em Fortaleza surgiu com o objetivo de propagar um comportamento sustentável com relação ao descarte de resíduos. Desde o início de suas atividades até agora, estes equipamentos públicos possibilitaram que a população realizasse o descarte correto de mais de 370 mil toneladas de resíduos. Como forma de incentivar essa consciência com foco na sustentabilidade, em todo este tempo de atividades, os 90 Ecopontos também distribuíram, pela troca de recicláveis, entulhos e volumosos, mais de R$ 8,4 milhões para 33.566 pessoas cadastradas nos programas Recicla Fortaleza e E-Carroceiro.

Acesso aos programas
Todos os Ecopontos funcionam de segunda-feira a sábado, sempre de 8h às 12h e de 14h às 17h. Para atender à população nos Ecopontos, funcionários da Ecofor Ambiental, concessionária da Prefeitura de Fortaleza responsável pela gestão de resíduos sólidos urbanos, transmitem orientações, recebem o material e atestam a quantidade de resíduos depositados em cada contêiner.

Para ter acesso aos benefícios, é simples. Basta que o fortalezense procure um dos Ecopontos mais próximos para fazer o cadastro. Daí, é separar os resíduos recicláveis, entulhos e volumosos e levá-los até o Ecoponto para pesagem, lembrando de armazená-los sem sobra de alimentos ou produtos para não atrair insetos e gerar mau cheiro. Nos Ecopontos, o cidadão confere a tabela de valores dos resíduos, pois o crédito será calculado de acordo com o peso e os tipos de materiais, levando em consideração o mercado.

Medidas de combate ao novo coronavírus
Todos os profissionais que atuam na limpeza pública da cidade recebem Equipamentos de Proteção Individual (EPI), incluindo máscaras, e são orientados a utilizarem esses equipamentos corretamente durante o trabalho. Além disso, nos Ecopontos há água, sabão e álcool em gel 70% para a higienização constante.

Confira a lista dos Ecopontos aqui.

Publicado em Meio ambiente
estação do bicicletar
Atualmente, são 191 estações de bicicletas compartilhadas, sendo a grande maioria delas localizadas nas áreas de menor renda da cidade

Em alusão ao Dia Mundial da Bicicleta, celebrado nesta quinta-feira (03/06), a Prefeitura de Fortaleza destaca os projetos em constante ampliação para beneficiar e incentivar o deslocamento seguro de ciclistas na capital.

Neste ano, já foram implantados 28,5 km de infraestrutura cicloviária, contemplando diversos bairros, como Cocó, Papicu, Cidade 2000, Fátima, Benfica, Jardim América e Cidade dos Funcionários. Ao todo, a cidade já dispõe de 375,7 km de ciclofaixas, ciclovias, ciclorrotas e passeios compartilhados. A malha cicloviária disponível na cidade hoje é cerca de 447% maior em relação ao que havia no início de 2013, quando a cidade tinha apenas 68,6 km de infraestrutura cicloviária.

Outra estratégia para facilitar o deslocamento das pessoas por meio de transporte sustentável é o Bicicletar. O sistema de compartilhamento de bicicletas públicas vem passando por um processo de ampliação e modernização. Atualmente, são 191 estações de bicicletas compartilhadas, sendo a grande maioria delas localizadas nas áreas de menor renda da cidade, atendendo a grande maioria do município e tornando Fortaleza a cidade com mais estações por habitante do Brasil.

Desde abril deste ano, uma nova versão do aplicativo do Bicicletar passou a operar, oferecendo interface mais ágil, segura e intuitiva, com o objetivo de melhorar a experiência de ciclistas com o sistema público de compartilhamento de bicicletas, potencializando a segurança de usuários e do próprio sistema. A nova versão do aplicativo traz, por exemplo, a possibilidade de reserva da bicicleta por cinco minutos, funcionalidade que não era disponível anteriormente.

Desde o início de suas atividades em 2014 até agora, o Bicicletar já possibilitou a realização de mais de 3,8 milhões de viagens e também deixaram de ser emitidas mais de 1.561 toneladas de gás carbônico na atmosfera com a utilização das bicicletas compartilhadas. São mais de 280 mil usuários cadastrados no sistema, sendo cerca de 94% dos cadastros ativos utilizando o Bilhete Único.

A cidade também recebeu neste ano, de janeiro até agora, 409 novos paraciclos, proporcionando locais seguros para estacionamento de bicicletas para a população. No total, são 864 paraciclos disponíveis por toda a cidade.

O secretário da Conservação e Serviços Públicos, Ferruccio Feitosa, destaca que a ampliação destes projetos é referendada por instituições especializadas no estudo da mobilidade urbana. “Temos muitos motivos para celebrar os avanços dos projetos de incentivo ao uso da bicicleta em Fortaleza. É bom registrar que, segundo o Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP Brasil), Fortaleza é a capital brasileira onde as pessoas vivem mais próximas à infraestrutura cicloviária, com mais de 50% dos habitantes morando a menos de 300 metros de alguma ciclovia ou ciclofaixa. Além disso, o Bicicletar é hoje o maior sistema do tipo no Brasil em número de estações por habitantes e o terceiro em número de estações, ficando atrás somente de Rio de Janeiro e São Paulo. Como resultado, atualmente, cerca de 880 mil pessoas vivem a uma distância de até 500 metros de uma das 191 estações do Bicicletar”, afirma o gestor.

Medidas de combate ao novo coronavírus
Desde o início da pandemia, todas as estações e bicicletas do sistema de compartilhamento recebem diariamente uma higienização contra o novo coronavírus, incluindo a limpeza preventiva das peças mais expostas e vulneráveis ao vírus, como guidão, cesta, manetes, freios, quadro e selim. Além disso, as bicicletas que são recolhidas diariamente para a manutenção técnica já recebem uma higienização mais acentuada antes de voltar para as estações e esta limpeza também foi reforçada. Por enquanto, apenas o sistema Mini Bicicletar está com as atividades temporariamente pausadas.

Dia Mundial da Bicicleta
Aprovado na Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) em abril de 2018, o Dia Mundial da Bicicleta é celebrado no dia 3 de junho. O reconhecimento é fruto do professor Leszek Sibilski, que executava um projeto acadêmico para estudar o uso da bicicleta no desenvolvimento humano e liderou uma campanha para promover a conquista de destacar um dia oficial de conscientização sobre os benefícios sociais de usar a bicicleta para o transporte e lazer. Confira a história, em inglês, no site do Banco Mundial aqui.

Publicado em Mobilidade

pessoa andando de bicicleta
A Ciclofaixa de Lazer incentiva o hábito saudável da prática esportiva
A Prefeitura de Fortaleza realiza, neste domingo (10/01), de 7h às 13h, a 284ª edição da Ciclofaixa de Lazer, com três percursos em direção à Praia de Iracema. As Rotas Leste, Oeste e Sul vão conectar os bairros Cocó, São Gerardo e Montese em trajetos partindo dos pontos de apoio instalados no Anfiteatro do Parque do Cocó, na Praça Jonas de Freitas, na Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida e em frente à Igreja São Pedro, na Praia de Iracema.

Coordenada pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), a Ciclofaixa de Lazer oferece aos participantes o acompanhamento e suporte de agentes da Guarda Municipal, Autarquia Municipal de Transporte e Cidadania (AMC) e da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor). Além disso, no ponto de apoio localizado no Anfiteatro do Parque do Cocó, será disponibilizado aluguel de bicicletas e distribuição de mudas de plantas nativas.

Idealizada em dezembro de 2014, a Ciclofaixa de Lazer está consolidada como uma importante opção de lazer e esporte aos domingos na capital, incentivando o hábito saudável da prática esportiva.

Mapa das Rotas da Ciclofaixa de Lazer aqui.

Rota Leste
A Rota Leste sairá do início da ciclovia da Avenida Washington Soares em direção à Praia de Iracema, passando pelo Ponto de Apoio do Anfiteatro do Parque do Cocó. O percurso seguirá pela Av. Sebastião de Abreu, Av. Padre Antônio Tomás, Av. Senador Virgílio Távora, Av. Antônio Justa, Av. Abolição, Av. Historiador Raimundo Girão, Av. Beira Mar, até o início da Rua dos Tabajaras, na Igreja São Pedro, onde estará o novo ponto de apoio na Praia de Iracema.

Rota Oeste
A Rota Oeste vai ligar a Praça Jonas Freitas, conhecida como Praça dos Animais ou Praça do North Shopping, no bairro São Gerardo (Regional I), à Praia de Iracema. O circuito passará pela Rua Braz de Francesco, Av. Bezerra de Menezes, Rua Justiniano de Serpa, Av. Domingos Olímpio, Av. Antônio Sales e Rua Carlos Vasconcelos, seguindo para o Aterro, onde se conectará com a Rota Leste, em direção à Praia de Iracema.

Rota Sul
A Rota Sul vai ligar a Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no bairro Montese (Regional IV), à Praia de Iracema. O percurso partirá da Av. Professor Gomes de Matos, Rua Jorge Dumar, Av. Eduardo Girão, Av. dos Expedicionários, Rua Barão do Rio Branco, Av. Domingos Olímpio, onde se conectará com a Rota Oeste, em direção à Praia de Iracema.

Publicado em Esporte e Lazer
Jovem utilizando bicicleta do sistema Bicicletar
O Bicicletar agora chega pela primeira vez aos bairros Vila Peri e Conjunto Ceará, além de outros, como Bom Jardim, Granja Portugal, Parque Santa Cecília e Granja Lisboa, que receberam estações recentemente

A Prefeitura de Fortaleza completa seis anos de atividades do Bicicletar e dá início, nesta sexta-feira (11/12), à operação de mais quatro novas estações nos bairros Vila Peri, Conjunto Ceará e Bom Jardim, beneficiando as Regionais IV e V. Com a novidade, ao todo, Fortaleza passa a contar com 188 estações do sistema de bicicletas compartilhadas, mais que o dobro de estações disponíveis até o final do ano passado, permitindo mais alternativas de deslocamento sustentável para o uso da população em todas as Regionais.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), o Bicicletar agora chega pela primeira vez aos bairros Vila Peri e Conjunto Ceará, além de outros, como Bom Jardim, Granja Portugal, Parque Santa Cecília e Granja Lisboa, que receberam estações recentemente.

De janeiro deste ano até agora, a gestão municipal implantou 108 novas estações do Bicicletar. Com isso, o sistema de compartilhamento de bicicletas foi expandindo, em 2020, para novas regiões da Cidade, seguindo caminho para tornar-se o maior sistema deste tipo do Brasil em número de estações por habitantes e o terceiro em números absolutos, atrás somente do Rio de Janeiro e de São Paulo. Além disso, este novo modelo está ampliando, modernizando e trazendo mais conforto ao sistema, com estações maiores e oferecendo mais vagas para as bicicletas, entre outras melhorias. Como resultado, atualmente, mais de 880 mil pessoas vivem a uma distância de até 500 metros de uma das 188 estações do Bicicletar.

As novas estações fazem parte da expansão do sistema, que neste ano chegou pela primeira vez aos bairros da Regional V, como Bom Jardim, Granja Portugal, Parque Santa Cecília e Granja Lisboa.

Até o momento, o Bicicletar já possibilitou a realização de 3.426.914 viagens e o sistema conta com mais de 263 mil usuários cadastrados, sendo cerca de 94% dos cadastros ativos utilizando o Bilhete Único.

As novas estações
183 - Pavão Misterioso (Av. Augusto dos Anjos, esquina com a Rua Araraquara – Vila Peri)
185 - Terminal Siqueira (Av. General Osório de Paiva, esquina com a Rua Agamenon - canteiro central – Vila Peri)
186 - Escola Santos Dumont (Rua Oscar França, 286 - em frente ao Centro de Educação Infantil Maria Luiza Barbosa Chaves – Bom Jardim)
197 - Caixa Conjunto Ceará (Av. H, esquina com a Av. A – na praça em frente à agência da Caixa Econômica Federal – Conjunto Ceará)

Expansão do Bicicletar
Iniciado em dezembro de 2014, o Bicicletar chegou ao final de 2019 com 80 estações em Fortaleza. Estas estações eram e permanecem sendo patrocinadas pela Unimed Fortaleza, ou seja, a gestão municipal não teve nenhum custo com o programa. Já estes novos equipamentos que estão sendo implantados ao longo de 2020 são custeados com recursos municipais oriundos da arrecadação da Zona Azul, resultando num sistema completamente renovado.

As novas estações estão sendo implantadas enquanto as estações que já existiam também estão sendo gradativamente renovadas e ampliadas. A empresa Serttel permanece como operadora e responsável pela manutenção técnica nos equipamentos.

Melhorias no sistema
Novidades como câmeras de videomonitoramento e alarme sonoro em todas as estações, botões individuais para solicitar conserto de bicicletas, escolha de bicicleta a partir da modalidade Bilhete Único, monitoramento por GPS e central de atendimento gratuito por telefone também estão entre as melhorias. O sistema permanece gratuito para quem utiliza Bilhete Único para viagens de até 1 hora de segunda a sábado ou 1h e 30 minutos aos domingos e feriados.

Regras de uso
1 – Baixe o aplicativo Bicicletar no smartphone e faça o cadastro, ou cadastre-se pelo site: www.bicicletar.com.br

2 – Após o cadastro, habilite seu passe Bicicletar no site ou no aplicativo:
·Passe com Bilhete Único é gratuito
·Passe diário: R$ 5,00
·Passe mensal: R$ 20,00
·Passe anual: R$ 80,00

3 – Retire uma bicicleta utilizando o aplicativo, por telefone (08005009901) ou com seu Bilhete Único
4 – Após utilizar a bicicleta, devolva em uma das posições livres da estação do seu destino.

Podem ser feitas gratuitamente quantas viagens quiser de até 1 hora (segunda a sábado) e até 90 min (domingos e feriados), desde que sejam realizadas com intervalos de pelo menos 15 min entre si.

Clique aqui e confira o mapa das estações

Publicado em Mobilidade
Ciclistas utilizando a Ciclofaixa de Lazer
A Ciclofaixa de Lazer oferece aos participantes o suporte de agentes da Guarda Municipal, AMC e da Etufor

A Prefeitura de Fortaleza realiza a 280ª edição da Ciclofaixa de Lazer neste domingo (13/12), de 7h às 13h, com três percursos em direção à Praia de Iracema. As Rotas Leste, Oeste e Sul funcionarão conectando os bairros Cocó, São Gerardo e Montese por meio de trajetos ligando os pontos de apoio instalados no Anfiteatro do Parque do Cocó, na Praça Jonas de Freitas, na Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida e em frente à Igreja São Pedro, na Praia de Iracema.

Coordenada pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), a Ciclofaixa de Lazer vai oferecer aos participantes o acompanhamento e suporte de agentes da Guarda Municipal, Autarquia Municipal de Transporte e Cidadania (AMC) e da Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor). Além disso, no ponto de apoio localizado no Parque do Cocó, será disponibilizado aluguel de bicicletas e distribuição de mudas de plantas nativas.

Idealizada em dezembro de 2014, a Ciclofaixa de Lazer consolida-se como uma importante opção de lazer e esporte aos domingos na capital e incentiva o hábito saudável da prática esportiva.

Rotas da Ciclofaixa de Lazer aqui.

Rota Leste
A Rota Leste sairá do início da ciclovia da Avenida Washington Soares em direção à Praia de Iracema, passando pelo Ponto de Apoio do Anfiteatro do Parque do Cocó. O percurso seguirá pela Av. Sebastião de Abreu, Av. Padre Antônio Tomás, Av. Senador Virgílio Távora, Av. Antônio Justa, Av. Abolição, Av. Historiador Raimundo Girão, Av. Beira Mar, até o início da Rua dos Tabajaras, na Igreja São Pedro, onde estará o novo ponto de apoio na Praia de Iracema.

Rota Oeste
A Rota Oeste vai ligar a Praça Jonas Freitas, conhecida como Praça dos Animais ou Praça do North Shopping, no bairro São Gerardo (Regional I), à Praia de Iracema. O circuito passará pela Rua Braz de Francesco, Av. Bezerra de Menezes, Rua Justiniano de Serpa, Av. Domingos Olímpio, Av. Antônio Sales e Rua Carlos Vasconcelos, seguindo para o Aterro, onde se conectará com a Rota Leste, em direção à Praia de Iracema.

Rota Sul
A Rota Sul vai ligar a Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no bairro Montese (Regional IV), à Praia de Iracema. O percurso partirá da Av. Professor Gomes de Matos, Rua Jorge Dumar, Av. Eduardo Girão, Av. dos Expedicionários, Rua Barão do Rio Branco, Av. Domingos Olímpio, onde se conectará com a Rota Oeste, em direção à Praia de Iracema.

Publicado em Esporte e Lazer
Cidadã utilizando os serviços do Ecoponto
Os Ecopontos recebem pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis, estofados velhos, óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais

A Prefeitura de Fortaleza possibilitou, até agora, que a população realizasse o descarte correto de mais de 270 mil toneladas de recicláveis em 86 Ecopontos implantados em todas as Regionais. Iniciado em dezembro de 2015, este modelo de Gestão Integrada de Resíduos Sólidos completa cinco anos de atividades neste mês, já tendo distribuído, até agora, mais de mais de R$ 5,6 milhões pela troca de recicláveis, entulhos e volumosos, a partir dos programas Recicla Fortaleza e E-Carroceiro, incentivando cada vez mais as comunidades a participarem da limpeza urbana na cidade.

Concebidos a partir de uma parceria entre a Autarquia de Regulação, Fiscalização e Controle de Serviços Públicos de Saneamento Ambiental (AcFor) e a Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), com o apoio da Ecofor Ambiental, os Ecopontos são locais adequados para o recebimento de pequenas proporções de entulho, restos de poda, móveis e estofados velhos, além de óleo de cozinha, papelão, plásticos, vidros e metais.

Os Ecopontos oferecem à população o acesso ao benefício do Programa Recicla Fortaleza, que gera desconto na conta de energia pela troca de resíduos recicláveis. Além disso, estes equipamentos também disponibilizam o programa E-Carroceiro, que beneficia a população pelo descarte correto de entulhos, restos de poda e móveis velhos, gerando crédito para ser utilizado nos estabelecimentos comerciais cadastrados de cada região.

Ao todo, ao longo destes cinco anos, os Ecopontos já implantados na cidade coletaram mais de 276 mil toneladas de materiais. Como resultado, para além da limpeza na cidade, os programas Recicla Fortaleza (iniciado em abril de 2016) e E-Carroceiro (iniciado em agosto de 2017) geraram um benefício total de mais de R$ 5,6 milhões, distribuídos para mais de 30.000 usuários e 1.600 carroceiros cadastrados no sistema.

Desse total, em 2020, de janeiro até agora, já foram recebidas cerca de 136.390 toneladas de materiais e foram entregues 19 Ecopontos em Fortaleza, atendendo os bairros Floresta, Presidente Kennedy, Vila Velha, Barra do Ceará, São Gerardo, Autran Nunes, Rodolfo Teófilo, Bela Vista, Itaoca, Fátima, Itaperi, José Walter, Barroso (Conjunto João Paulo II), Jangurussu (Conjunto Santa Filomena), Messejana, Cidade dos Funcionários, Sapiranga e Jardim das Oliveiras (Lagoa da Zeza), além das áreas no entorno.

Levando em consideração os recicláveis, atualmente, os Ecopontos que mais recebem esse tipo de resíduo são Sapiranga, Fátima, Varjota, Messejana, Leste Oeste e Barra do Ceará. Já em relação a entulhos e volumosos, os Ecopontos da Leste-Oeste, Cristo Redentor e Barra do Ceará são os que mais recebem esses resíduos.

Todos os Ecopontos funcionam de segunda-feira a sábado, sempre de 8h às 12h e de 14h às 17h. Para atender à população nos Ecopontos, funcionários da Ecofor Ambiental, concessionária da Prefeitura de Fortaleza, responsável pela gestão de resíduos sólidos urbanos, transmitem orientações, recebem o material e atestam a quantidade de resíduos depositados em cada contêiner.

Para ter acesso aos benefícios, é simples. Basta que o fortalezense procure um dos Ecopontos mais próximos para fazer o cadastro. Daí, é separar os resíduos recicláveis, entulhos e volumosos e levá-los até o Ecoponto para pesagem, lembrando de armazená-los sem sobra de alimentos ou produtos para não atrair insetos e gerar mau cheiro. Nos Ecopontos, o cidadão confere a tabela de valores dos resíduos, pois o crédito será calculado de acordo com o peso e os tipos de materiais, levando em consideração o mercado.

Confira a lista de Ecopontos aqui.

Publicado em Meio ambiente
Ciclistas utilizando a Ciclofaixa de Lazer
A Ciclofaixa de Lazer consolida-se como uma importante opção de lazer e esporte aos domingos na capital

A Prefeitura de Fortaleza realiza a 279ª edição da Ciclofaixa de Lazer neste domingo (06/12), de 7h às 13h, com três percursos em direção à Praia de Iracema. As Rotas Leste, Oeste e Sul funcionarão conectando os bairros Cocó, São Gerardo e Montese por meio de trajetos ligando os pontos de apoio instalados no Anfiteatro do Parque do Cocó, na Praça Jonas de Freitas, na Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida e em frente à Igreja São Pedro, na Praia de Iracema.

Coordenada pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), a Ciclofaixa de Lazer vai oferecer aos participantes o acompanhamento e suporte de agentes da Guarda Municipal e da Autarquia Municipal de Transporte e Cidadania (AMC). Além disso, no ponto de apoio localizado no Parque do Cocó, será disponibilizado aluguel de bicicletas e distribuição de mudas de plantas nativas.

Idealizada em dezembro de 2014, a Ciclofaixa de Lazer consolida-se como uma importante opção de lazer e esporte aos domingos na capital e incentiva o hábito saudável da prática esportiva.

Mapa das Rotas da Ciclofaixa de Lazer aqui.

Rota Leste
A Rota Leste sairá do início da ciclovia da Avenida Washington Soares em direção à Praia de Iracema, passando pelo Ponto de Apoio do Anfiteatro do Parque do Cocó. O percurso seguirá pela Av. Sebastião de Abreu, Av. Padre Antônio Tomás, Av. Senador Virgílio Távora, Av. Antônio Justa, Av. Abolição, Av. Historiador Raimundo Girão, Av. Beira Mar, até o início da Rua dos Tabajaras, na Igreja São Pedro, onde estará o novo ponto de apoio na Praia de Iracema.

Rota Oeste
A Rota Oeste vai ligar a Praça Jonas Freitas, conhecida como Praça dos Animais ou Praça do North Shopping, no bairro São Gerardo (Regional I), à Praia de Iracema. O circuito passará pela Rua Braz de Francesco, Av. Bezerra de Menezes, Rua Justiniano de Serpa, Av. Domingos Olímpio, Av. Antônio Sales e Rua Carlos Vasconcelos, seguindo para o Aterro, onde se conectará com a Rota Leste, em direção à Praia de Iracema.

Rota Sul
A Rota Sul vai ligar a Praça da Igreja Nossa Senhora Aparecida, no bairro Montese (Regional IV), à Praia de Iracema. O percurso partirá da Av. Professor Gomes de Matos, Rua Jorge Dumar, Av. Eduardo Girão, Av. dos Expedicionários, Rua Barão do Rio Branco, Av. Domingos Olímpio, onde se conectará com a Rota Oeste, em direção à Praia de Iracema.

Publicado em Esporte e Lazer
Veterinário atendendo cachorro no VetMóvel
O VetMóvel oferece os serviços de castração, consultas clínicas, vacinação antirrábica, exames de triagem para Calazar, exames de hemograma, implantes de microchips, palestras, rodas de conversa e distribuição de material educativo

A Prefeitura de Fortaleza oferece, a partir desta quinta-feira (03/12), os serviços do VetMóvel no Cuca Jangurussu (Regional VI). O equipamento itinerante vai realizar atendimentos no local, sempre das 8h às 12h e das 13h às 17h, com serviços gratuitos destinados aos animais da região. Os agendamentos para castrações de animais de moradores do Jangurussu são feitos, exclusivamente, de forma presencial no equipamento. Já para os tutores de outros bairros, os agendamentos são feitos na Central de Atendimento da AMC no Shopping Benfica.

Gerido pela Coordenadoria Especial de Proteção e Bem-Estar Animal (Coepa), que é vinculada à Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), o VetMóvel faz parte do plano de ações programadas com o objetivo de conscientizar a população de Fortaleza contra os maus tratos e o abandono de animais.

O VetMóvel oferece os serviços de castração, consultas clínicas, vacinação antirrábica, exames de triagem para Calazar, exames de hemograma, implantes de microchips, palestras, rodas de conversa e distribuição de material educativo. Atuam no VetMóvel médicos veterinários, clínicos gerais, anestesista e cirurgiões.

Todos os dias, a partir de 7h, são distribuídas 20 fichas para atendimento clínico pela manhã e outras 20 são distribuídas às 12h para atendimento à tarde. Já a vacinação antirrábica e os testes para diagnósticos de Calazar também ocorrem todos os dias, mas até as 15h.

Para realização da esterilização para castração, os tutores que agendaram o atendimento pela manhã devem chegar com os animais ao VetMóvel até as 8h e, no período da tarde, devem comparecer até as 12h, com tolerância de uma hora em cada turno. Os animais devem estar banhados, sem carrapatos e em jejum hídrico e sólido.

Serviço:
VetMóvel no Cuca Jangurussu
Horário: da 8h às 12h e da 13h às 17h
Endereço: Av. Governador Leonel Brizola, próximo à Av. Jornalista Tomaz Coelho – Jangurrusu
* Agendamento presencial no local para castrações de animais do bairro
* Agendamento para castrações de animais de outros bairros: Shopping Benfica (Av. Carapinima, 2200 – 2º piso)

Publicado em Fortaleza
Nova estação do Bicicletar na Praça Monsenhor Linhares, no bairro Amadeu Furtado
A Praça Monsenhor Linhares, no bairro Amadeu Furtado (Regional III), recebeu uma das cinco novas estações

A Prefeitura de Fortaleza dá início, neste sábado (15/08), à operação de cinco novas estações do Bicicletar nos bairros Rodolfo Teófilo, Amadeu Furtado, Vila União, Montese e Messejana. Com a iniciativa, a Cidade passa a contar com 145 estações do sistema de bicicleta compartilhada, permitindo mais alternativas de deslocamento sustentável para o uso da população.

Desenvolvido pela Secretaria Municipal da Conservação e Serviços Públicos (SCSP), por meio do Plano de Ações Imediatas de Transporte e Trânsito de Fortaleza (PAITT), o Bicicletar está expandindo o sistema de compartilhamento de bicicletas para novas regiões da Capital, tornando-se o maior sistema de bicicleta compartilhada do Brasil em número de estações por habitantes e o terceiro em números absolutos, atrás somente do Rio de Janeiro e de São Paulo. Além disso, este novo modelo está ampliando, modernizando e trazendo mais conforto ao sistema, com estações maiores e oferecendo mais vagas para as bicicletas, entre outras melhorias.

As novas estações fazem parte da expansão do sistema que está chegando a bairros como Rodolfo Teófilo, Amadeu Furtado, Vila União, Montese, Parreão, Luciano Cavalcante, Messejana, Paupina, Edson Queiroz, Jardim das Oliveiras, Sapiranga, Cidade dos Funcionários, Parque Manibura, Parque Iracema e Cambeba.

Neste ano, o sistema também já foi ampliado para o corredor Oeste de Fortaleza, com estações implantadas do Centro até as Regionais I e III, beneficiando cerca de 400 mil pessoas nos bairros Barra do Ceará, Cristo Redentor, Pirambu, Jacarecanga, Carlito Pamplona, Álvaro Weyne, Presidente Kennedy, Monte Castelo, São Gerardo, Centro, Farias Brito, Benfica, Parquelândia, Pici, Antônio Bezerra, Padre Andrade, Moura Brasil e Vila Ellery.

De janeiro deste ano até agora, já foram implantadas 65 das 130 novas estações previstas até o final de 2020, quando Fortaleza passará a contar com um total de 210 estações, o que representará uma ampliação em mais de 160%.

Até o momento, o Bicicletar já possibilitou a realização de mais de 3,1 milhões de viagens e o sistema conta com mais de 260 mil usuários cadastrados, sendo cerca de 94% dos cadastros ativos utilizando o Bilhete Único. O Bicicletar é um dos sistemas mais utilizados do Brasil, apresentando uma maior procura em dias úteis. Após sua consolidação, foi registrada uma média de 2.600 viagens em dias úteis e, aos finais de semana e feriados, a maior média verificada foi de 2.100 viagens por dia.

As novas estações

141 – Terminal de Messejana (Av. Jornalista Tomaz Coelho - entre o Terminal e o Vapt Vupt)
149 – Etufor (Av. dos Expedicionários, 5677)
151 – Alan Kardec (Rua Alan Kardec, em frente ao estabelecimento 888)
153 – Center Box (Av. Humberto Monte, 254 - em frente ao Center Box)
155 – Praça Monsenhor Linhares (Rua Professor Érico Mota, esquina com a Rua Cônego Pena Forte)

Expansão do Bicicletar

Até o final de 2019, Fortaleza contava com 80 estações do Bicicletar, que eram e permanecem sendo patrocinadas pela Unimed Fortaleza, ou seja, a gestão municipal não teve nenhum custo com o programa. Já estes 130 novos equipamentos que estão sendo implantados ao longo de 2020 são custeados com recursos municipais oriundos da arrecadação da Zona Azul, resultando num sistema completamente renovado, mais moderno e confortável, com estações maiores e oferecendo mais vagas para as bicicletas, entre outras melhorias.

As novas estações estão sendo implantadas enquanto as que já existiam também estão sendo gradativamente renovadas e ampliadas. A empresa Serttel permanece como operadora e responsável pela manutenção técnica dos equipamentos.

Melhorias no sistema

Novidades como câmeras de videomonitoramento e alarme sonoro em todas as estações, botões individuais para solicitar conserto de bicicletas, escolha de bicicleta a partir da modalidade Bilhete Único, monitoramento por GPS e central de atendimento gratuito por telefone também estão entre as melhorias. O sistema permanece gratuito para quem utiliza Bilhete Único para viagens até 1 hora de segunda a sábado ou 1h e 30 minutos aos domingos e feriados.

Regras de uso

1 – Baixe o aplicativo Bicicletar no smartphone e faça o cadastro ou cadastre-se pelo site www.bicicletar.com.br 

2 – Após o cadastro, habilite seu passe Bicicletar no site ou no aplicativo:
• Passe com Bilhete Único é gratuito
• Passe diário: R$ 5,00
• Passe mensal: R$ 20,00
• Passe anual: R$ 80,00

3 – Retire uma bicicleta utilizando o aplicativo, por telefone (08005009901) ou com seu Bilhete Único;

4 – Após utilizar a bicicleta, devolva em uma das posições livres da estação do seu destino;

Podem ser feitas gratuitamente quantas viagens quiser de até 1 hora (segunda a sábado) e até 90 min (domingos e feriados), desde que sejam realizadas com intervalos de pelo menos 15 minutos.

Malha cicloviária em Fortaleza

A Prefeitura de Fortaleza chegou à marca de 307,5km de infraestrutura cicloviária, proporcionando cada vez mais opções de deslocamentos seguros para a utilização da bicicleta na Cidade. Nessa conta, são 185,8 km de ciclofaixas, 111,1km de ciclovias, 10,4km de ciclorrotas e 0,2km de passeio compartilhado. Isso significa que o Município, somente no período da atual gestão, bateu um recorde histórico, ampliando em cerca de 351% a rede cicloviária na Capital, visto que, ao final de 2012, Fortaleza contava apenas com cerca de 68,1km de malha cicloviária. Além disso, em 2018, já havia sido ultrapassada a meta estabelecida pelo Plano Diretor Cicloviário Integrado (PDCI) para 2020, que era de cerca de 236 km de rede para deslocamento de ciclistas.

Outro resultado importante do projeto é que, segundo o Instituto de Políticas de Transporte e Desenvolvimento (ITDP Brasil), Fortaleza é a cidade brasileira onde as pessoas vivem mais próximas à infraestrutura cicloviária (https://itdpbrasil.org/pnb/). O estudo revela que a capital cearense está no topo da lista dentre as 20 maiores cidades brasileiras com este perfil e o indicador percentual PNB (sigla em inglês para People Near Bike) mostra que 36% dos fortalezenses moram a menos de 300 metros de uma ciclovia, ciclofaixa, ciclorrota ou passeio compartilhado, ficando à frente de locais como Belém (29%), Distrito Federal (27%), Recife (24%), Aracaju (21%), Salvador (20%), São Paulo (19%) e Rio de Janeiro (19%), entre outras. Esses dados evidenciam também que Fortaleza é a única cidade com mais de 30% da população morando a 300m de alguma infraestrutura cicloviária.

Mapa das estações do Bicicletar

Mapa da Malha Cicloviária

Publicado em Mobilidade